ECONOMIA & NEGÓCIOS

Porto Maravilha ganha maior residencial desde o início da revitalização da Região Portuária

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, participou nesta quinta-feira (04/04) do lançamento do maior residencial do Porto Maravilha. O empreendimento é o 12º da região e terá 1.782 unidades, que serão lançadas por fases, em terreno no Santo Cristo. No local, em 2013, começou a ser erguido um residencial que acabou não indo adiante, o Porto Vida. À época, a empreiteira desistiu do imóvel e abandonou a estrutura. Agora, a Cury Construtora, que aposta no Porto desde 2021, assumiu o imóvel e fará o novo condomínio.

– Eu não tenho dúvida de que estamos vivenciando a maior transformação urbana da história dessa cidade. Da década de 70 para cá, todos os grandes lançamentos imobiliários foram ou na Baixada de Jacarepaguá, Barra, Recreio e Vargens, ou para a Zona Oeste. Nosso objetivo foi fazer do Centro o novo sonho, o novo desejo das famílias cariocas e daqueles que nos visitam. E é muito bom ver esse sonho se tornando realidade – afirmou Eduardo Paes.

A obra eleva o número de apartamentos lançados na região para 9.129. São mais de 27 mil novos moradores da Região Portuária. Isso representa um aumento de 90% na população do Porto Maravilha nos próximos anos, quando estas pessoas começarem a se mudar para a região.

– Estamos completando três anos de empreendimentos no Porto, mostrando a consolidação do projeto do Porto Maravilha. Recentemente tivemos a inauguração do Terminal Gentileza, ligando o BRT Transbrasil, VLT e ônibus. E o mercado imobiliário percebeu que é um dos melhores lugares do Rio para morar. Estamos próximos de 10 mil unidades de moradia lançadas, com mais de 80% vendidas. Não há indicativo melhor de consolidação do projeto do Porto Maravilha. Já foi inaugurada a Faculdade da Matemática em que os alunos vão morar na região. Então, é um lugar para morar e estudar – disse o presidente da Companhia Carioca de Parcerias e Investimentos (CCPar), Gustavo Guerrante.

O condomínio ocupará terreno de mais de 14 mil m² e terá duas edificações de 23 andares, com mais de 60 metros de altura. O nome é uma homenagem a um dos patronos do samba e pioneiro na formação das primeiras escolas de samba do Brasil, Heitor dos Prazeres. O endereço fica em frente à parada Praia Formosa, do VLT, que integra o bairro ao Centro em pouco mais de 20 minutos.

– Cada vez mais vamos entendendo a região. Então, vamos tentando agregar valores. Assim, trouxemos a ideia de fazer um empreendimento em homenagem ao Heitor dos Prazeres, uma figura histórica da região. É um empreendimento que terá pintura dele e muita coisa inspirada na obra dele, além de todo o tradicional dos empreendimentos, como lazer. Mas é importante trazer também a cultura – declarou o vice-presidente da Cury Construtora, Leonardo Mesquita.

Heitor dos Prazeres Filho agradeceu a homenagem feita ao pai.

– É uma homenagem importante e muito mais do que merecida. Um homem que nasceu em 1898 e que se destacou numa época cruel no Brasil. Ele conseguiu se sobressair com sua arte, se impor com sua música, na pintura, na elegância. Achei muito legal ele ser reconhecido num empreendimento gigantesco como esse.- disse Heitor dos Prazeres Filho.

O lançamento consolida o sucesso da Operação Urbana Porto Maravilha, que transformou a Região Portuária na última década. Desde 2021, já são 12 lançamentos residenciais que prometem gerar um movimento de pessoas 24h na região central, aliado ainda ao programa Reviver Centro, que já contabiliza 2.777 unidades residenciais, em 37 licenças concedidas. Destas, oito são para construção de novos prédios e 29 são para transformação de uso, o chamado retrofit.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo