Niterói

Vendedor é morto por policial à paisana nas Barcas, em Niterói

Um vendedor de balas morreu após ser baleado em frente à estação das barcas no Centro de Niterói, Região Metropolitana do Rio, no início da tarde desta segunda-feira (14).

Segundo testemunhas, um policial militar à paisana e o vendedor Yago dos Santos, de 21 anos, começaram uma discussão depois que o trabalhador ofereceu seus produtos.

“Quando os policiais chegaram no local, meu primo ainda estava com vida. Então, se tivessem retirado ele o mais rápido possível, dava para salvar a vida dele, mas infelizmente é vendedor de bala, é só mais um”, lamentou Jonathan César, primo do rapaz.

Já a Polícia Militar informou, por meio de nota, que o policial militar estava de folga e reagiu a uma tentativa de roubo na Praça Arariboia (veja a nota completa mais abaixo).

De acordo com os parentes, a filha da vítima vai fazer 2 anos daqui a quatro dias e ele estava juntando dinheiro para fazer a festa da criança.

“Ele abandonou a vida errada pra ter uma vida boa, largou o crime. E hoje em dia vende bala para sustentar a filha de dois anos, que daqui a quatro dias vai fazer aniversário. Ele saía todo dia 5 horas da manhã para fazer o aniversário da filha. Era o sonho dele dar essa festa para a filha”, disse o primo.

“Puxa nas câmeras para ver o que aconteceu. Ele foi abordar uma pessoa para vender bala e nisso o rapaz chamou ele de ladrão, falou que ele ia abordar pra vender bala e roubava o celular no bolso da pessoa. O policial ao lado ouviu e foi discutir com o meu primo. Meu primo é sujeito homem, debateu com ele de boca a boca. Ele meteu a mão na arma e deu um tiro só”, relatou o rapaz.

Pessoas que estavam no local tentaram fechar o trânsito e chegaram a incendiar um colchão na pista, mas o fogo foi apagado por policiais.

Policiais da Delegacia de Homicídios, policiais militares e guardas civis foram chamados.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros também foi acionada para socorrer o jovem trabalhador, mas ele não resistiu aos ferimentos.

O policial militar, identificado como Carlos Arnaud Baldez Silva Júnior, foi levado para a 76ª DP e depois para a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. Carlos possui licença para arma de fogo.

Nota da PM
“A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que, no início da tarde desta segunda-feira (14/2), de acordo com informações preliminares, um policial militar de folga reagiu a uma tentativa de roubo na Praça Arariboia, em frente ao Terminal das Barcas de Niterói.

O militar tentou intervir na ação e um dos envolvidos teria investido contra sua integridade, sendo atingido por disparo de arma de fogo. O ferido não resistiu.

O policial que participou da ação está com um homem, que seria a vítima da tentativa de roubo, prestando depoimento na Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí.

A 4ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) já foi acionada e acompanha o caso.

O policiamento foi intensificado na região da ação”.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Leia o QR Codes e tenha a Rádio JN a um clique no seu smartphone Android

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu iPhone

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu smartphone Android

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: