NITEROIMAIS

Revista Eletrônica de Niterói

Vasco desperdiça pênalti e não aproveita vantagem numérica, e acaba perdendo para o Sampaio Corrêa

O Vasco perdeu uma chance de ouro para colar no G4 da Série B. Mesmo com um jogador a mais por todo o segundo tempo, o clube carioca amargou uma dura derrota justamente no momento em que estava embalado – eram três vitórias seguidas. O Sampaio Corrêa foi valente e venceu por 1 a 0, neste sábado, no Castelão, em São Luís, pela 29ª rodada do campeonato. O time de São Januário perdeu pênalti no último minuto do jogo.

O técnico Fernando Diniz amarga a primeira derrota à frente do Vasco. Ele ostentava uma campanha de dois empates e três vitórias. Para colocar em números o peso deste tropeço, a equipe perdeu a oportunidade de ficar a dois pontos da zona de acesso à elite nacional.

A vantagem para o quarto colocado continua em cinco pontos, só que uma rodada a mais se foi. Um balde de água fria no embalo do Vasco. O clube carioca continua com 43 pontos e caiu para o oitavo lugar. O Sampaio Corrêa, por sua vez, ganha ânimo para sonhar com acesso: está na décima colocação, com 40 pontos, oito a menos do que o Goiás.

Na próxima rodada, o Vasco recebe o líder Coritiba, no sábado, às 16h30 (de Brasília), em São Januário. O Sampaio Corrêa tem mais um compromisso em casa: enfrenta o Vitória, na terça-feira, às 19h00.

O jogo – O Vasco apostou no lado esquerdo no primeiro tempo. Foi por ali que o time criou seus dois melhores lances na etapa inicial. Aos oito minutos, Gabriel Pec apareceu bem, mas errou o alvo – bola foi para fora, com perigo. Depois foi dele o cruzamento que Cano, por pouco, não alcançou para marcar.

Antes, porém, o clube carioca levou um susto e tanto. Ciel foi lançado e tentou driblar Vanderlei. O árbitro Caio Max Augusto Vieira marcou pênalti, mas o VAR, comandado por Heber Roberto Lopes, recomendou a revisão. O juiz, então, anulou a penalidade.

Na reta final do primeiro tempo, Gabriel Pec foi lançado e derrubado na meia-lua por Luís Gustavo, que era o último homem antes do goleiro. O árbitro Caio Max Augusto Vieira interpretou que era uma chance clara de gol – o atacante vascaíno ainda dominava a bola – e expulsou o lateral-direito.

O Vasco chegou a balançar a rede logo aos dois minutos, com Nenê. Entretanto, Gabriel Pec, que deu o passe para o meia, estava impedido. O gol foi anulado. A resposta do Sampaio Corrêa veio com Ciel. Ele colocou a bola por entre as pernas de Castán e obrigou Vanderlei a salvar os cariocas.

O Sampaio Corrêa se fechava e apostava no contra-ataque. Os donos da casa conseguiram levar perigo. O técnico Fernando Diniz fez a primeira mudança e lançou o Vasco de vez ao ataque, logo aos 14 minutos. Ele tirou o zagueiro Ricardo Graça e colocou o centroavante Daniel Amorim. Bruno Gomes foi recuado para a defesa.

Os donos da casa chegaram de novo. Pimentinha foi lançado pela direita e obrigou Vanderlei a mandar para escanteio. Na cobrança, Allan ganhou pelo alto e fez 1 a 0, aos 20 minutos.

Diniz fez mais uma mudança: colocou João Pedro no lugar de Gabriel Pec. O empate quase saiu com Daniel Amorim, mas Luiz Daniel conseguiu desviar o voleio do atacante vascaíno. O clube carioca partiu para o tudo ou nada. O atacante Figueiredo entrou na vaga de Zeca. Castán foi bloqueado na pequena área e por pouco não empatou.

Aos 52 minutos, Riquelme foi derrubado na área. Pênalti. Nenê cobrou, mas perdeu. O goleiro Luiz Daniel garantiu a vitória do Sampaio pelo placar mínimo.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA 1 X 0 VASCO

Local: Castelão, São Luís (MA)
Data: 09/10/2021, sábado
Horário: 21h00 (de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Lorival Candido das Flores (RN)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Cartões amarelos: Márcio Araújo, Ciel, Luiz Daniel e Alyson (Sampaio Corrêa); Daniel Amorim e Figueiredo (Vasco)
Cartão vermelho: Luís Gustavo (Sampaio Corrêa)

GOL:
Sampaio Corrêa: Allan, aos 20 do 2º tempo

SAMPAIO CORRÊA: Luiz Daniel. Luís Gustavo, Allan, Nilson Júnior e Alyson; Baraka, Márcio Araújo (Ferreira), Eloir e Nadson (Jean Silva); Pimentinha (Jarro Pedroso) e Ciel (Diego Cardoso). Técnico: Felipe Surian.

VASCO: Vanderlei; Zeca (Figueiredo), Ricardo Graça (Daniel Amorim), Leandro Castán e Riquelme; Bruno Gomes, Marquinhos Gabriel e Nenê; Morato, Gabriel Pec (João Pedro) e Cano. Técnico: Fernando Diniz.

%d blogueiros gostam disto: