ARQUIBANCADA Vasco

Vasco chega a acordo com a 777 Partners para a venda da SAF

Investimento será de R$ 700 milhões

Presidente Jorge Salgado está em Miami, e negociação depende da aprovação dos sócios e conselheiros do clube. Investidor arcaria com o pagamento das dívidas e São Januário.

O Vasco deu mais um passo importante para a venda de sua SAF. O presidente Jorge Salgado está em Miami e encaminhou o acordo com a 777 Partners para a empresa norte-americana administrar o futebol do clube. O acordo, porém, depende da aprovação dos Conselhos Deliberativo, Fiscal e de Beneméritos, que irão analisar e debater sobre o tema. A informação foi inicialmente divulgada pelo portal “GE”.

Com isso, a 777 Partners pretende aplicar o investimento de R$ 700 milhões (70%) na SAF (Sociedade Anônima do Futebol) do Vasco. Além disso, está no acordo a injeção de capital para remodelar o Estádio de São Januário, algo almejado pela diretoria, o que fará com que a operação como um todo supere o bilhão de reais.

Vale destacar que as negociações entre as partes duraram três meses, e a direção do clube carioca considera essa proposta como a mais vantajosa. Elas foram conduzidas pelo presidente, Jorge Salgado; pelo CEO cruz-maltino, Luiz Mello; pelo vice-presidente de finanças, Adriano Mendes; e pelo vice-presidente jurídico, Zeca Bulhões.

Dessa forma, o acordo é “não vinculante”, o que não gera obrigações para as partes envolvidas, até que o negócio seja consumado. O que estabelece que será necessária a aprovação de sócios e conselheiros do clube.

Com sede na Flórida, a 777 Partners comprou o Genoa, da Itália, e tem participação minoritária no Sevilla, da Espanha. O negócio é semelhante ao que foi adotado recentemente por Botafogo e Cruzeiro, com os investidores John Textor e Ronaldo.

Para entender o acordo, o Gigante da Colina pretende constituir uma empresa e transferir a ela ativos e direitos relativos ao futebol. Ela será controlada e administrada pela 777 Partners, que irá investir R$ 700 milhões na SAF nos próximos anos e ser responsável pelo pagamento integral das dívidas do clube.

Diante disso, fica estabelecido um prazo de três meses para que os trâmites políticos e burocráticos (diligência, redação do contrato, etc) sejam realizados. Antes do investimento, a ideia é que haja uma antecipação de R$ 70 milhões para ajudar o Cruz-Maltino com despesas e dívidas de curto prazo.

Esse valor será deduzido dentro dos R$ 700 milhões e caso não haja acordo se transformará em um empréstimo comum – a ser pago pelo clube com taxa de juros e prazos determinados pela negociação. A ideia é que o investimento da 777 Partners acelere a recuperação do futebol vascaíno com reforços e infraestrutura.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Leia o QR Codes e tenha a Rádio JN a um clique no seu smartphone Android

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu iPhone

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu smartphone Android

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: