NITEROIMAIS

Revista Eletrônica de Niterói

Vaiado, Fluminense fica no zero a zero com Atlético-GO no Maracanã

O Fluminense voltou a decepcionar a torcida no Maracanã. Após derrota em casa para o Fortaleza, o Tricolor Carioca não saiu do 0 a 0 com o Atlético-GO, neste sábado, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar dos pedidos de Fred, houve vaia ao longo do jogo e depois do apito final.

Principal ídolo do Fluminense, Fred gravou vídeo na véspera do jogo e pediu ao torcedor que, se fosse vaiar, que fizesse apenas ao fim do duelo. Entretanto, a torcida tricolor protestou logo no primeiro tempo, especialmente contra Danilo Barcelos.

Com mais um tropeço, o Flu não se aproxima do G-4 do Campeonato Brasileiro. O Tricolor Carioca, no momento, está na nona colocação, com 33 pontos. O Atlético-GO vem na sequência, com 31 e no décimo lugar.

Na próxima rodada, o Fluminense visita o Corinthians, na quarta-feira, às 21h00 (de Brasília), na Neo Química Arena. O Atlético-GO, por sua vez, enfrenta o Red Bull Bragantino, na terça-feira, às 19h00, no Nabi Abi Chedid.

O jogo – A primeira chance foi do Atlético-GO. Aos cinco minutos, após cobrança de escanteio, Éder ficou com a sobra e chutou. Marcos Felipe apareceu bem e espalmou. A resposta tricolor foi com Caio Paulista. Em contra-ataque, ele adiantou muito a bola e perdeu a chance de ficar cara a cara com Fernando Miguel.

O jogo era morno. Aos 30, Igor Cariús arriscou de longe e viu Marcos Felipe salvar o Fluminense. O clube carioca assustou logo na sequência: Luiz Henrique recebeu cruzamento da esquerda, dominou e emendou para fora.

O Fluminense quase se complicou. Danilo Barcelos cortou mal cruzamento e tirou Marcos Felipe do lance. A bola sobrou para André Luís. O atacante, porém, isolou e desperdiçou a chance. Apesar dos pedidos de Fred, a torcida começou a vaiar alguns jogadores, em especial Danilo Barcelos. O primeiro tempo terminou sem gols.

Marcão posicionou o Fluminense mais à frente. No intervalo, ele colocou Jhon Arias no lugar de Nonato. Fred recebeu de Luiz Henrique e teve chance de marcar, mas chutou para fora. O clube carioca fez outra alteração: John Kennedy no lugar de Caio Paulista. O jovem quase marcou – recebeu pela esquerda, carregou e chutou com perigo.

O Atlético-GO buscava o contra-ataque e chegou a marcar, com João Paulo, aos 22 minutos, mas ele estava impedido. O lance foi anulado. Marcão fez mais duas mudanças: Lucca e Bobadilla entraram para as saídas de Luiz Henrique e Fred. Marcos Felipe precisou salvar o Fluminense em cabeçada de João Paulo.

Nos acréscimos, o Fluminense ainda acertou a trave, com Danilo Barcelos, e Lucca emendou para fora outro lance. O empate persistiu.

FLUMINENSE 0 X 0 ATLÉTICO-GO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 09/10/2021, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitra: Edina Alves Batista (SP)
Assistentes: Neuza Ines Back (SP) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF)
VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)
Público e renda: 2.200 presentes / 2.287 ingressos vendidos / R$ 78.132,00
Cartões amarelos: Ronald e Éder (Atlético-GO); John Kennedy e Luccas Claro (Fluminense)

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; André (Martinelli), Yago Felipe e Nonato (Jhon Arias); Luiz Henrique (Lucca), Caio Paulista (John Kennedy) e Fred (Bobadilla). Técnico: Marcão.

ATLÉTICO-GO: Fernando Miguel; Dudu (Arnaldo), Wanderson, Éder e Igor Cariús; Willian Maranhão, Matheus Barbosa (Gabriel Baralhas) e João Paulo; André Luís (Natanael), Ronald (Janderson) e Zé Roberto (Montenegro). Técnico: Eduardo Souza.

%d blogueiros gostam disto: