BORA VIAJAR CADERNO N

Teresópolis lança ferramenta digital para divulgar seus pontos turísticos

A partir de agora, turistas e moradores de Teresópolis contam com uma ferramenta de alta tecnologia para acessar, via smartphone, informações sobre os pontos turísticos do município. É o aplicativo Smart Tour, lançado pelo Prefeito Vinicius Claussen e o secretário municipal de Turismo, Mauricio Weichert.

Os serviços foram adquiridos pela Gestão Municipal, por meio de licitação, da startup Smart Tour Brasil, voltada para a gestão pública do Turismo e que atua com a criação de soluções inovadoras com foco na implantação de Destinos Inteligentes.

“A plataforma, além de tornar a experiência de moradores e turistas mais interativa e divertida, também disponibiliza a geração de dados precisos em tempo real para a gestão pública de Turismo, auxiliando em tomadas de decisão rápidas e assertivas. E isso acontece através de uma empresa conceituada por sua atuação inovadora na área e premiada pelo Ministério do Turismo. São os nossos atrativos turísticos disponíveis na palm a da mão”, assinala o Prefeito Vinicius Claussen.

O Smart Tour funciona da seguinte forma: é possível baixar gratuitamente o aplicativo através da Play Store (Android) ou APP Store (IOS). Após o download e instalação, basta habilitar o bluetooth em até 70 metros de determinado atrativo e pequenos dispositivos de localização indoor passam as informações e sugestões diretamente na tela do smartphone do usuário, sem necessidade de buscas na internet ou qualquer tipo de p esquisa, tudo em tempo real.

Há a possibilidade também de fazer a leitura do QR Code nas placas de sinalização instaladas em 20 pontos turísticos do município, sem necessidade de uso do aplicativo, utilizando apenas a câmera do celular. São eles: Palácio Teresa Cristina, sede da Prefeitura; Casa da Memória Arthur Dalmasso; Feirarte – a popular Feirinha de Teresópolis; Horto Municipal; Praça Senta a Pua/Soberbo; Praça Nilo Peçanha/Alto; Praça Baltasar da Silveira/Várzea; Fonte Judite; Igreja Matriz de Santo Antonio do Paquequer ; Mirante das Lendas; Lago Comary; Mirante da Colina; Parque Nacional da Serra dos Órgãos; Pedra do Elefante; Parque Estadual dos Três Picos – Sede Vale da Revolta e Sede Jacarandá; Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis – sede Pedra da Tartaruga e Sede Santa Rita; Vale dos Frades e Mirante do Alto de Vieira.

Além de interagir com quem visita os atrativos de Teresópolis, o sistema dá acesso a uma pesquisa de satisfação que pode ser usada para identificar o perfil do turista que visita a cidade. “Com essas informações, e respeitando a lei sobre dados, a Gestão Municipal pode planejar suas ações com mais assertividade e implantar políticas públicas mais eficientes para o segmento do Turismo. Nosso intuito é que este turista fique conosco mais tempo e visite mais atrativos, fazendo dinheiro novo circular na cidade”, frisou Maurício Weichert.

Por meio das Rotas Inteligentes, a Smart Tour busca contribuir de forma significativa para o desenvolvimento de experiências turísticas positivas, além de trazer um avanço tecnológico inovador e de ponta para o município, com o intuito de maximizar os pontos fortes e gerar mais benefícios no Turismo de Teresópolis. “A Smart Tour vai contribuir para Teresópolis se tornar um município mais digital e inclusivo para seus moradores e também para se consolidar como um de stino turístico mais inteligente e eficiente para seus visitantes”, completou Vinicius Oberg, secretário de Ciência e Tecnologia.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: