Brasil Destaque

SERVIDORES DO BANCO CENTRAL ENTRAM EM GREVE POR TEMPO INDETERMINADO

Mais de 400 servidores do Banco Central aprovaram estado de greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (28). A categoria cobra reajuste salarial de 19,9% e plano de reestruturação de carreiras. Neste momento os servidores discutem a entrega de cargos de chefia em uma assembleia virtual.

Ainda não se sabe o impacto exato desta greve, mas alguns efeitos já são sentidos. Pela manhã, o Boletim Focus, uma análise que o Banco Central fez com integrantes do mercado financeiro, que costuma sair por volta das 8h da manhã, teve a publicação atrasada.

Também mais cedo o BC anunciou que as notas mensais sobre a economia brasileira – a nota de crédito, a nota do setor externo e a nota do setor fiscal – previstas para serem divulgadas esta semana não seriam veiculadas devido à dificuldade na coleta de dados. Está prevista também para esta semana a divulgação do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBCBr), considerada uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB).

As negociações entre os servidores do BC e o governo se estendem desde o início do ano, sem que haja avanço. Houve paralisações e movimentos pontuais

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: