Destaque Estado

Rodoviários do Rio confirmam greve a partir desta terça-feira

O Sindicato dos Rodoviários do Rio de Janeiro aprovou paralisação da categoria, por tempo indeterminado, já a partir da meia-noite desta terça. Com isso, passageiros que dependem de coletivos da capital carioca devem se preparar para enfrentar dificuldades para sair de casa.

Cerca de três milhões de passageiros podem ser afetados pela greve dos rodoviários. No Rio, são mais de 19 mil profissionais.

A briga entre os patrões e rodoviários é apenas mais um lamentável episódio do caos que se tornou o transporte público na cidade do Rio. Quem depende do ônibus, ainda terá como opção trens e metrô.

Reunião
Cerca de 450 profissionais participaram da assembleia geral na sede de Rocha Miranda, na Zona Norte do Rio. A decisão pela greve foi unânime e já foi comunicada ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Pela lei, o transporte terá que funcionar com o mínimo exigido.

“Os empresários não ofereceram nenhuma proposta para reajustar os salários e demais benefícios. Ficaremos em estado de greve caso alguma proposta seja apresentada. Para isso convocamos nova assembleia para amanhã às 14h”, disse o presidente do sindicato Sebastião José.

Rio Ônibus se pronuncia
O sindicato que reúne as empresas de ônibus, a Rio Ônibus, disse em nota que repudia o movimento, e que os aumentos não dependem apenas das companhias.

“O Rio Ônibus repudia o movimento grevista, que prejudicará toda a sociedade carioca. A ação, que tentou ser impedida pelo Rio Ônibus por liminar judicial, não resolve o problema da classe, e agrava a atual crise de mobilidade na cidade do Rio. Mesmo em meio às dificuldades financeiras já conhecidas pela população, as empresas têm priorizado o pagamento dos rodoviários e a manutenção de seus empregos. O reajuste de salários depende de ações externas, já que três dos quatro consórcios se encontram em Recuperação Judicial. O Rio Ônibus pede que os profissionais não façam adesão à paralisação e retomem seus postos de trabalho, atendendo a população, até que haja resultados dos diálogos mantidos com a Prefeitura, na busca por soluções para o setor”.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: