Connect with us

Estado

Rio tem aumento de gripe Influenza A e chama população para se vacinar

Published

on

Nos últimos sete dias, o Rio de Janeiro registrou 6,5 mil casos da gripe Influenza A. Para o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, isso indica que a cidade enfrenta um surto da doença. Ele disse que, entre os casos anotados, 23 crianças estão internadas atualmente na rede pública da cidade com sintomas da Influenza A H3N2.

“É uma quantidade expressiva, por isso a gente está convocando toda a população para se vacinar o quanto antes”, afirmou o secretário em entrevista à Agência Brasil.

Hoje, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, cancelou a agenda porque também está com a doença. “A tal da Influenza 2 me pegou de jeito. Governando virtualmente. Em breve na atividade!”, postou em seu perfil no Twitter.

O aumento de resultados positivos para Influenza A foi constatado nas amostras coletadas em unidades de saúde sentinelas. “A gente tem aumento [de casos] em alguns locais. A gente está tendo aumento na Rocinha, na Vila Kennedy e também alguns casos na região central da cidade. A gripe é uma doença imunoprevenível. Ela pode ser contida com vacinação e  precisamos que os cariocas venham se vacinar. A nossa expectativa é que, com o aumento da cobertura vacinal para a gripe, haja uma redução dos casos”, disse o secretário.

A atual cobertura vacinal do público-alvo da campanha de imunização contra a gripe é de 55,7%. Soranz afirmou, também, que não há uma região específica que preocupe mais neste momento.

Advertisement

“Todas as regiões preocupam. É importante que as pessoas se vacinem em todas as regiões da cidade. A cobertura precisa crescer. É fundamental que, principalmente as crianças de seis meses a seis anos, os idosos acima de 60 anos e as gestantes, se vacinem. Eles são os grupos que têm maior risco de adoecer gravemente. A gente já teve 23 crianças que tiveram que ser internadas por Influenza A H3N2 no Rio e é muito importante que todos procurem um posto para se vacinar o quanto antes”, explicou o secretário de Saúde.

Contaminação

As cepas da Influenza se modificam a cada ano e conforme o secretário, a H3N2 é a que tem contaminado as pessoas atualmente. “Muda, por isso é que é importante se vacinar todos os anos com aquela cepa que está em ação”, detalhou.

Como os sintomas da gripe Influenza coincidem com alguns da covid-19, antes da entrada do inverno no Rio, a secretaria tinha intensificado a campanha de vacinação contra a gripe para evitar o surgimento de casos e também fazer diferença entre as duas doenças. Agora, embora os registros de covid-19 tenham caído na capital, a preocupação é com o avanço da Influenza A.

“A gente precisa que as campanhas se intensifiquem o tempo todo e agora, com o baixíssimo número de casos de covid no Rio de Janeiro, com a queda muito grande nos casos de covid, o vírus da Influenza ocupou este espaço. É importante que a gente vacine para evitar a disseminação da Influenza A no Rio”, afirmou.

O secretário de Saúde observou que qualquer pessoa pode se dirigir aos postos para se vacinar contra a gripe. Os postos também estão fazendo testes de covid-19 para quem chega com sintomas semelhantes entre as duas doenças. A vacina está disponível nas unidades de Atenção Primária do Município do Rio, como Clínicas da Família e Centros Municipais de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Advertisement

Dose de reforço

Com relação ao reforço contra a covid-19, o Rio continua fazendo a imunização com a terceira dose, no sistema de vacina heteróloga, diferente da aplicada nas duas doses anteriores.

“A vacina heteróloga é segura e aumenta os níveis de imunidade. O Rio de Janeiro já aplicou mais de 1,2 milhão de doses de vacinas para reforço, a grande maioria dela com vacinação heteróloga. A vacina heteróloga para idosos no Rio quase zerou o número de internados por covid-19 na cidade”, revelou, acrescentando que o município tem mantido a vacinação contra a covid-19 conforme orientações do Ministério da Saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde salientou que “a pessoa que estiver com sintomas de gripe ou de covid-19 não deve tomar a vacina”.

Continue Reading
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Estado

Rio amplia exigência de comprovante de vacinação; bar, shopping, salão e táxi passam a solicitar o documento

Transporte por aplicativo, hotéis, pousadas, centros de estética, refeitórios em área coberta também passa a exigir o ‘passaporte da vacina’. Locais que já pediam o comprovante, como academias de ginástica e estádios, continuam a exigir o documento.

Published

on

A Prefeitura do Rio amplia, nesta quinta-feira (2), a exigência de comprovante de vacinação na cidade. A partir de agora, ele será cobrado em mais estabelecimentos.

Passam a exigir o passaporte:

  • bares, lanchonetes, restaurantes e refeitórios (áreas internas ou cobertas);
  • transporte de passageiros por taxímetro ou aplicativo;
  • academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento, clubes e vilas olímpicas;
  • estádios e ginásios esportivos;
  • cinemas, teatros, salas de concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil e pistas de patinação;
  • boates, casas de espetáculos, festas e eventos em geral;
  • museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações e drive-in;
  • conferências, convenções e feiras comerciais;
  • hotéis, pousadas e aluguel por temporada;
  • salões de beleza e centros de estética;
  • shopping centers e centros comerciais.

Os estabelecimentos deverão ser responsáveis pelo controle de cada pessoa em suas dependências mediante a apresentação do comprovante de vacinação com um documento com foto.

A vacinação a ser comprovada deve corresponder à 1ª, 2ª dose ou a dose única, de acordo com o cronograma instituído pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio em relação à idade do indivíduo. No Rio, toda a população de 12 anos ou mais precisa ter tomado a 2ª dose

Comprovação

São considerados documentos válidos para a comprovação da vacinação, de acordo com a prefeitura:

Advertisement
  • Certificado de vacinação disponível na plataforma Conecte SUS;
  • Cartão de vacinação impresso em papel timbrado emitido pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio, institutos de pesquisa clínica ou outras instituições governamentais do Brasil ou do exterior.

Continue Reading

Estado

Rio tem primeira suspeita de paciente com a variante Ômicron

Published

on

O secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, disse nesta quarta-feira que capital já identificou uma paciente com suspeita da variante Ômicron da covid-19. A informação foi divulgada durante um evento da Prefeitura do Rio.
Segundo ele, uma mulher, moradora do Flamengo, na Zona Sul do Rio, chegou à cidade após uma viagem à Joanesburgo, na África do Sul. Ela testou positivo para covid nesta segunda-feira. Agora, uma amostra será analisada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para confirmar se o caso trata-se de uma infecção da variante Ômicron. A paciente está assintomática.

Em entrevista ao programa Isabele Benito, na Super Rádio Tupi, Soranz afirmou pessoas que tiveram contato a paciente já testaram negativo para a doença. “A gente tem que aguardar o resultado da Fiocruz […] O principal desafio é aumentar a cobertura vacinal. […] Não tem nenhuma indicação que a vacina não proteja contra a Ômicron”, disse o secretário.

Três casos em São Paulo
Nesta quarta-feira, a Secretaria de Saúde de São Paulo identificou o terceiro caso da variante Ômicron no Brasil. O paciente é um passageiro que chegou da Etiópia, de 29 anos e desembarcou em Guarulhos no sábado, 27, quando testou positivo para covid-19.

De acordo com as informações do Estadão Conteúdo, o passageiro está em isolamento domiciliar desde o desembarque, sem sintomas, e sendo acompanhado pela vigilância do município de Guarulhos, local que reside. O homem é vacinado com duas doses do imunizante da Pfizer.

Advertisement

Os dois primeiros casos da variante Ômicron no estado foram confirmados na tarde de terça-feira, 30. Os casos são de um homem de 41 anos e uma mulher de 37, provenientes da África do Sul. Eles desembarcaram no Brasil no dia 23 e fizeram exame antes de embarcar novamente no dia 25. Ambos tiveram resultado positivo em exames de PCR coletados no Aeroporto Internacional de Guarulhos, antes de viagem à África do Sul.

Continue Reading

Estado

Governo do RJ divulga calendário de pagamento do IPVA 2022

Published

on

O imposto pode ser quitado em cota única, na primeira data, ou em três parcelas mensais, iguais e sucessivas.

O desconto de 2022 ainda vai ser divulgado, mas nos últimos 3 anos, 2019, 2020, 2021, : o desconto foi de 3%.

Calendário de pagamento:

Confira abaixo as datas para o parcelamento:

  • Final de placa 0: 21 de janeiro; 21 de fevereiro; 23 de março;
  • Final de placa 1: 24 de janeiro, 23 de fevereiro, 25 de março;
  • Final de placa 2: 25 de janeiro, 24 de fevereiro, 28 de março;
  • Final de placa 3: 26 de janeiro, 25 de fevereiro e 29 de março;
  • Final de placa 4: 27 de janeiro, 3 de março, 4 de abril;
  • Final de placa 5: 28 de janeiro, 4 de março, 5 de abril;
  • Final de placa 6: 31 de janeiro, 7 de março, 6 de abril;
  • Final de placa 7: 1º de fevereiro, 8 de março, 7 de abril;
  • Final de placa 8: 2 de fevereiro, 9 de março, 8 de abril;
  • Final de placa 9: 3 de fevereiro, 10 de março, 11 de abril.

O recolhimento acontece por meio do Guia para Regularização de Débitos (GRD), que pode ser retirado no site da Secretaria de Fazenda do RJ, do Banco Bradesco ou do Portal do IPVA com a apresentação do número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam).

Advertisement
Continue Reading

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

%d blogueiros gostam disto: