NITEROIMAIS

Revista Eletrônica de Niterói

Representante do BID visita obras realizadas pela Prefeitura nas comunidades São José e Igrejinha

Com investimentos da ordem de R$ 70 milhões, intervenções de urbanização, drenagem, pavimentação e contenção de encostas beneficiam mais de 6 mil moradores da região

Equipes do Escritório de Gestão de Projetos (EGP), da Emusa e da Secretaria de Obras da Prefeitura de Niterói receberam, na manhã desta quinta-feira (30), o representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no Brasil, Morgan Doyle, para uma visita técnica nas principais obras financiadas pela instituição nas comunidades São José, no Fonseca, e Igrejinha, no Caramujo. As intervenções de urbanização, drenagem, pavimentação e contenção de encostas contam com investimentos na ordem de R$ 70 milhões, beneficiando mais de 6 mil moradores da região.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, enfatizou que o Município está na fase final deste contrato, mas que está conversando com o Banco sobre a possibilidade de novas parcerias.

“Desde 2013, em uma época que a Prefeitura de Niterói vivia uma crise fiscal muito grande, nós fomos buscar recursos para fazer as obras de infraestrutura que precisávamos. Conseguimos o apoio do BID para o Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Social de Niterói (Produis) e, com isso, viabilizamos obras de melhorias urbanas como o pacote da São José, o Parque Esportivo do Caramujo e várias outras intervenções como contrapartida, como no Capim Melado e na Vila Ipiranga. O Sigeo veio em função deste contrato, e agora o CCO da Mobilidade. É importante a vinda de um dirigente do BID à nossa cidade, ele ficou muito impressionado pelo que viu. Esperamos que isso se desdobre em novas parcerias”, pontuou.

A secretária do EGP, Valéria Braga, destacou que a Prefeitura de Niterói e o BID têm uma parceria sólida, que gerou frutos importantes para a cidade em investimentos de infraestrutura e mobilidade urbana.

“É muito emocionante ter a presença do Morgan aqui visitando todas essas obras que realmente fizeram uma transformação nesses bairros. Ele está tendo a oportunidade, inclusive, de ver como os moradores estão com um senso de pertencimento do local, aprimorando o cuidado, multiplicando as ações, e isso está sendo muito importante, tanto para nós da Prefeitura, que trabalhamos neste projeto, quanto para o BID, que foi o agente financiador”, disse.

Valeria Braga lembrou, ainda, que o trabalho com o BID também está gerando importantes oportunidades e uma delas foi indicar Niterói para a Rede Urban 95.

“Baseados nestes conceitos da Rede Urban 95, a gente está tendo mais uma oportunidade de aprender e ser capacitado, estamos aplicando estes conceitos a essas obras do BID. Então, algumas praças que estão incluídas nestas intervenções já estão sendo feitas neste conceito. Além disso, também conversamos com o Morgan que existe um projeto, que é o Zona Norte Sustentável, que prevê mais urbanização, mobilidade e ações ambientais nesta região da cidade”, pontuou Valéria.

Morgan Doyle, que também visitou o Parque Esportivo do Caramujo e o Centro de Controle Operacional (CCO) Mobilidade, onde foi recebido pelo presidente da NitTrans, Gilson Souza, e contou que ficou empolgado com a visita, ao ter a possibilidade de ver a transformação da malha urbana, com os projetos que são concentrados mas que tem uma cobertura muito grande para a Zona Norte da cidade, mudando a qualidade de vida dos moradores.

“Foi ótimo poder percorrer esses locais e entender como foi o processo de engajamento da comunidade e a implantação do projeto. Fico muito feliz com a parceria e muito empolgado de ver nas casas e como as lideranças comunitárias têm uma sensação de orgulho de pertencer a essa cidade, e isso me faz muito feliz. O desenho de como foi feito realmente, em parceria com as comunidades, com essa visão de aprimorar a qualidade de vida, que tem mudado a realidade cotidiana das pessoas. As praças, as obras de macrodrenagem, de contenção, que realmente têm uma visão abrangente da vida urbana. Criar áreas totalmente integradas nessas comunidades e dar essa qualidade de vida que toda pessoa aspira ter para seu lar é muito importante”, afirmou.

Morador da comunidade São José desde que nasceu, há 53 anos, Carlos Roberto Gomes, fez questão de conversar com a equipe e contar da sua satisfação com a transformação da região mostrando todo o plantio que está fazendo em áreas próximas às praças.

“Estou muito orgulhoso. Essas obras mudaram a nossa realidade. Antes, em dias de muita chuva, a gente tinha enorme dificuldade para sair de casa por conta da lama. Hoje, temos ruas urbanizadas, praças, escadas de acesso. Agora posso dizer que tenho muito orgulho em morar aqui. Gosto muito de plantas e estou fazendo o plantio de mudas em alguns locais que já começaram a florescer. O importante agora é cuidarmos de tudo”, disse entusiasmado.

%d blogueiros gostam disto: