Uncategorized

Rádio JN| Quem somos

Há quatorze anos nascia em Niterói o jornal NITEROIMAIS com a marca da independência. O novo veículo conquistou rapidamente a confiança dos leitores com um jornalismo honesto, comprometido com a verdade e com posições progressistas. Agora, a mesma credibilidade poderá ser encontrada no streaming e nas ondas de frequência modulada através da Rádio JN, que inaugura suas transmissões em caráter experimental a partir do dia 1º de maio.
 
Transmitindo inicialmente pela web no endereço https://niteroimais.com.br/radiojn/, a Rádio JN chegará, ainda nos primeiros dias de maio, ao dial dos receptores de rádio na frequência FM 98.5 mhz, da Rádio , que voltará ao ar depois de um período de ausência, em parceria com a nova emissora nativa da internet. Finalmente, Niterói, com sua larga tradição radiofônica, voltará a ter uma rádio focada em notícias, cultura e serviço, oferecendo aos ouvintes informações sobre o dia a dia da cidade.
 
Durante o período de transmissões experimentais, a partir de 1º de maio, a nova emissora mesclará uma programação musical baseada em work blues com o noticiário produzido pela redação do jornal Niteroimais. Mas já no seu primeiro mês de operação a rádio marcará presença em transmissões ao vivo, como a cobertura do Carnaval, que este ano acontecerá no Caminho Niemeyer, a partir do feriado de Tiradentes (21 de abril), em função da pandemia de coronavírus.
 
A história do carnaval de Niterói e os sambas que empolgaram a cidade serão transmitidos intensamente em abril e, gradativamente, a Rádio JN passará a tocar cada vez mais músicas de artistas niteroienses, ao passo que uma vibrante programação jornalística irá ocupar progressivamente os horários da emissora.
 
A programação da Rádio JN poderá ser ouvida tanto no ambiente web, por streaming, em computadores e smartphones, quanto nos receptores de rádio FM, através da  98.5 mhz, frequência da rádio , que está voltando ao ar depois de uma ausência de três anos.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: