ELEIÇÕES 2022 POLÍTICA

PSDB E UNIÃO BRASIL FORMALIZAM CHAPA COM RODRIGO GARCIA E DATENA EM SP

O União Brasil e o PSDB oficializaram uma coligação para a eleição de outubro em São Paulo com a candidatura de Rodrigo Garcia para governador e do apresentador José Luiz Datena para o Senado. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (24), em uma nota assinada por Luciano Bivar e Antonio Rueda, presidentes do UB nacional e estadual, e Bruno Araújo e Marco Vinholi, presidentes do PSDB nacional e estadual.

Em comunicado, as legendas afirmam que compartilham dos “mesmos princípios, conjugam os mesmos ideais” e classificam os dois candidatos como “competentes” e com “olhar humano”.

“Rodrigo é novo, mas não é um novato. Experiente na gestão pública, profundo conhecedor de todas as regiões de São Paulo e representante do espírito inovador dos Paulistas. Um líder de diálogo, de trabalho e dedicação ao próximo. Datena possui a indignação e a sensibilidade necessárias para defender os interesses de São Paulo no Senado Federal. Sua disposição em servir aos Paulistas engrandece a nossa Coligação.”, escrevem.

Ainda em nota, os partidos dizem que o apresentador Datena “continuará uma história de trabalho pelo bem comum e combate às injustiças e desigualdades” e que trabalhará com as “aflições da população”.

O governador de São Paulo, João Doira (PSDB) é o candidato à Presidência da República pelo partido tucano. Para cuidar da campanha, estima-se que ele deixe o cargo com o seu vice, Rodrigo Garcia, agora lançado para concorrer o governo do estado.

Garcia oficializou sua ida ao PSDB em maio de 2021. Antes, era do DEM, partido que fundiu com o PSL dando origem ao União Brasil. À época, o movimento desagradou o então presidente do DEM, ACM Neto. O ex-prefeito de Salvador afirmou que a saída de Garcia do partido é “fruto de uma inexplicável imposição estabelecida pelo governador de São Paulo, João Doria, cuja inabilidade política tem lhe rendido altíssima rejeição e afastado os seus aliados”. Garcia era filiado ao DEM há 27 anos. A troca de legenda foi vista como uma das primeira fases para que Garcia disputasse a eleição para governador de São Paulo.

O apresentador Datena filiou-se ao PSL em julho do ano passado. Em janeiro, ele já havia confirmado sua candidatura ao Senado por São Paulo, no Brasil Urgente, programa comandado por ele. Antes disso, seu nome chegou a ser cotado para uma candidatura à Presidência pelo PSL. Datena já anunciou outras quatro vezes que seria candidato a algum cargo público, mas desistiu antes mesmo das eleições.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: