EM BRASÍLIA

Procuradores pedem que PGR investigue Bolsonaro

Após o presidente Jair Bolsonaro lançar mais um ataque contra o sistema eleitoral, a Associação Nacional dos Procuradores da República advertiu nesta terça-feira, 19, que o ‘atentado em curso ao processo democrático é uma afronta ao País e aos seus cidadãos’. A entidade que representa os integrantes do Ministério Público Federal alertou para a necessidade de fortalecimento da democracia e saiu em defesa da ‘higidez e da segurança’ do sistema eleitoral.

“A disputa eleitoral não pode servir de instrumento para a descredibilização de nossas instituições e, menos ainda, para disseminar informações inverídicas, que apenas tentem confundir o eleitorado”, ressaltou a ANPR em nota.

A entidade também frisou que o sistema de votação e apuração das eleições é ‘fruto de decisão soberana do povo brasileiro, expressada por meio do Congresso Nacional, e reiteradamente testada, sem vícios’.

“As críticas ao sistema eleitoral brasileiro devem partir de fatos concretos, em propostas factíveis e que nasçam da constatação de problemas realmente identificados, e não podem servir apenas para disseminar o descrédito, sem base na realidade”, dizem os procuradores.

Publicações do autor

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: