ARQUIBANCADA Fluminense

Procurador do TJD-RJ pede que o Fluminense não receba o troféu da Taça Guanabara em caso de título

A Taça Guanabara pode não ser entregue ao Fluminense neste sábado, mesmo em caso de vitória do Tricolor sobre o Resende, jogo que será realizado em Volta Redonda. O resultado garante matematicamente a primeira colocação geral ao Flu, mas o título pode ficar sob júdice caso a presidente do TJD-RJ, Renata Mansur, acate uma medida cautelar do procurador-geral do órgão, Andre Valentim. A informação foi publicada inicialmente pela rádio Tupi.

O Fluminense tem a chance de chegar a 27 pontos, em caso de vitória, e assim ser a equipe que mais pontuou na primeira fase do estadual. Porém, por causa do caso de racismo contra Gabigol, do Flamengo, o Fluminense pode perder três pontos em caso de punição, colocando Flamengo e Vasco no páreo. É o que garante o Procurador do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro, André Valentim.

O Procurador entrou com um pedido de medida cautelar para que o possível título e a entrega da taça não aconteça. O pedido, contudo, ainda precisa ser aceito pela presidência do TJD-RJ. O órgão investiga o suposto caso de racismo sofrido contra o atacante do Flamengo, no Fla x Flu do dia 6 de fevereiro, quando Gabigol ouviu as injúrias partindo da arquibancada com a torcida tricolor, no Nilton Santos.

De acordo com veículos especializados, porém, o julgamento sobre o caso ainda não está garantido, porque o inquérito ainda está em fase de investigação. Se a infração não for caracterizada, ou não for definida a autoria, a tendência é de arquivamento do processo.

 

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Leia o QR Codes e tenha a Rádio JN a um clique no seu smartphone Android

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu iPhone

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu smartphone Android

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: