CARNAVAL CARIOCARIO DE JANEIRO

Prefeitura anuncia Réveillon além de dar detalhes sobre o Carnaval 2024

Na tarde desta segunda-feira (16/10), o prefeito do Rio, Eduardo Paes, apresentou as empresas vencedoras do Caderno de Encargos para o Réveillon 2024 e para a organização dos desfiles dos blocos de rua nos próximos três anos. A festa da virada chega com novidades, com a queima de fogos ao som de uma orquestra ao vivo no palco em frente ao hotel Copacabana Palace e mais dois inéditos palcos pela cidade: Praça Mauá e Bangu.

A coletiva marcou, também, a celebração da parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado, que pela primeira vez trabalham de forma intensiva no apoio aos três grandes eventos na cidade do Rio.

– Esse é um tema muito importante para nós, sabemos da importância dessa cidade, o que ela representa. E quero destacar a parceria com o Governo do Estado no Réveillon, Carnaval e Carnaval de Rua. São festas especiais, num período especial – afirmou o prefeito Eduardo Paes.

Festa de ano novo se expande por toda a cidade

Na Praia de Copacabana, dez balsas espalhadas pela orla var realizar um espetáculo de fogos memorável, com 12 minutos de duração. O encanto do show pirotécnico também poderá ser admirado na Igreja da Penha e na Praia do Flamengo, onde o público será presenteado com um show de luzes ainda mais tecnológico e sustentável.

– Nossa ideia é a de que um grande maestro e uma orquestra sinfônica façam a festa dos fogos na Praia de Copacabana. Por meio da batuta de um maestro, os fogos serão disparados e ele vai reger o público, a orquestra e os fogos – explicou o vice-presidente da SRCOM, Abel Gomes.

E para ser inesquecível, a cidade toda estará conectada. Pela primeira vez, as comemorações acontecem em 12 palcos espalhados por dez bairros, sendo dois deles inéditos: Praça Mauá, no Centro, e a Praça das Juras, em Bangu, além das praias de Copacabana (3 palcos), Flamengo, Sepetiba, Bica (Ilha do Governador), Moreninha (Ilha de Paquetá), Piscinão de Ramos, IAPI da Penha e Parque Madureira.

Na Praça Mauá, que pela primeira vez irá ganhar um palco, a diversidade vai embalar a virada de ano. Ao todo, o público vai curtir três shows com encontros musicais inesquecíveis, onde um artista carioca convida outro artista ou banda brasileira para mostrar, mais uma vez, o valor das misturas. Na programação, de tudo um pouco: de pagode ao samba, do rock ao funk, na energia que une artistas pretos, mulheres e LGBTQIAP+.

E não será diferente em Bangu. O palco da Praça das Juras irá exaltar a carioquice, no bairro que é um dos ícones da cidade. Vai ter muita brasilidade, com uma estrutura e capacidade para receber um número maior de moradores com conforto e segurança.

A folia das ruas em 2024

A Prefeitura do Rio, a Riotur e o Governo do Estado, junto a Dream Factory, empresa vencedora do Caderno de Encargos, prometem um Carnaval de Rua ainda mais pulsante. Os preparativos começaram em junho deste ano, quando a Riotur antecipou pela primeira vez o caderno de encargos, definindo o melhor projeto para 2024 e também os anos de 2025 e 2026.

Responsável mais uma vez por operacionalizar a realização em parceria com os órgãos públicos, a Dream Factory é quem dará todo suporte para atender a energia que movimenta mais de 400 desfiles ao longo da festa, com disposição de banheiros químicos, postos médicos, ambulâncias, coleta seletiva, tráfego, sinalização e informação turística sobre a cidade, além da inscrição de promotores de venda.

– O alinhamento pró-Carnaval entre Prefeitura e Governo do Estado se reflete em benefício para o Carnaval, com mais investimentos e antecedência, resultando no maior caderno de encargos desde 2010. A previsibilidade de fazer o Carnaval de Rua por três anos dá muita segurança. Em junho, começamos a dialogar com as marcas. Essa antecipação do edital significa um melhor planejamento. Acreditamos que o Carnaval de 2024 será um novo marco por termos mais tempo para fazer a organização – disse o presidente da Dream Factory, Duda Magalhães.

O diretor de Operações da Riotur, Gustavo Mostof, explicou que Prefeitura unificou a emissão do documento preliminar de autorização dos blocos. Um pedido feito pelos blocos e atendido pelo município.

– Agora, os responsáveis pelos blocos não precisam ir em diversos órgãos da Prefeitura, basta irem na Riotur. Posteriormente, pela legislação estadual, é preciso ir nos órgãos do Governo do Estado. Nós já estamos com quase 90% das autorizações de documentos preliminares no que tange o município entregues para cada bloco. Quase todo o Carnaval já está com seu documento na Prefeitura. A antecipação do cronograma foi primordial não somente para as questões estruturais como também para a preparação dos blocos – destacou Mostof.

Sambódromo com muitas inovações

O Carnaval 2024 ainda vai marcar a mudança do modelo de gestão dos desfiles na Marquês de Sapucaí. O diretor de marketing da Liesa, Gabriel David, informou que, em breve, em um novo modelo de negócio, será anunciada a cervejaria que será a patrocinadora do Carnaval na Sapucaí.

Entre as novidades está a venda da totalidade dos ingressos via internet, através de uma parceria com a Ticketmaster para a venda de ingressos do Rio Carnaval 2024. Pela primeira vez, todas as entradas para o Sambódromo durante os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial serão gerenciadas por uma única empresa, desde camarotes a arquibancadas e frisas.

– Esse novo formato da venda de ingressos é fundamental para criar uma nova linha de receita para o Carnaval, uma linha de receita direta para as escolas de samba – contou Gabriel David, informando que 100% dos camarotes já foram vendidos e que em breve será anunciada a data da venda dos demais ingressos.

Os bilhetes digitais poderão ser baixados através do aplicativo Rio Carnaval, disponível para Android e IOS.

Espetáculos espalhados por toda a cidade

Para o folião que estiver no Rio, não faltarão opções para curtir o período de pré-Carnaval e os dias oficiais da festa, numa programação que vai além dos blocos e tradicionais desfiles na Marquês de Sapucaí, o Sambódromo. Na celebração mais democrática da cidade, a Riotur apresenta o Terreirão do Samba, os Blocos de Embalo, os Bailes, e os tradicionais desfiles no Sambódromo.

No Terreirão do Samba, nove dias de programação agitam os espaços que promovem encontros entre artistas de diferentes gêneros e gerações.

Já os blocos de Embalo e Enredo na Avenida Chile ganham quatro dias; a Cinelândia, cinco dias de bailes e os tradicionais Concursos de Fantasias. Ampliando os dias e pontos de bailes, o propósito é oferecer para as Zonas Norte, Oeste e Centro uma programação gratuita para toda a cidade.

E a Intendente Magalhães não vai ficar fora, com seis dias de desfiles, numa estrutura que une conforto e a possibilidade de um número maior de público.

Os bailes populares serão ampliados. Em 2023 foram 16 palcos, com shows durante 4 dias. Para o próximo Carnaval a Riotur anuncia que o número de palcos vai crescer, criando mais opções gratuitas de diversão em diferentes regiões da cidade.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo