NITEROIMAIS

Revista Eletrônica de Niterói

Polícia Federal já apreendeu R$20 milhões em espécie em casa de dono de empresa suspeita de pirâmide

A Polícia Federal prende o banqueiro Eduardo Plass em nova etapa da Operação Hashtag, desbodramento da Lava Jato no Rio de Janeiro.

Agentes da Polícia Federal já apreenderam R$ 20 milhões em espécie na casa do dono da GAS Consultoria Bitcoin, Glaidson Acácio dos Santos, preso no início da manhã desta quarta-feira (25) na Operação Kryptos. Por volta das 10h30, a quantia ainda estava sendo contabilizada, mas os policiais já tinham apurado esse valor.

De acordo com investigações da Polícia Federal (PF), do Ministério Público Federal (MPF) e da Receita Federal, Glaidson é suspeito de fraude que movimentou “cifras bilionárias”.

Ele foi preso em uma mansão no Itanhangá, na Zona Oeste do Rio. Policiais apreenderam na casa dele reais, dólares e euros em espécie e até barras de ouro. O Bom Dia Rio apurou que o volume de dinheiro vivo surpreendeu até os agentes que participam da ação: “Nem na Lava-Jato”, disse um.

As equipes saíram para cumprir nove mandados de prisão e 15 de busca e apreensão no RJ, São Paulo, Ceará e Distrito Federal. Até a última atualização desta reportagem, além de Glaidson, um homem havia sido preso no Aeroporto de Guarulhos (SP), tentando fugir para Punta Cana, na República Dominicana.

%d blogueiros gostam disto: