NOTÍCIAS Tecnologia

Polícia derruba quase 2 mil sites e apps de IPTV e pirataria no Brasil

A operação chamada de 404 conseguiu derrubar uma nova leva de conteúdos ilegais na internet no mês de junho. O esforço feito pela polícia brasileira com a ajuda da empresa de antipirataria Nagra vem mostrando resultados. Entre 2019 e 2022, um total de 1.022 sites e 720 apps piratas acabaram caindo, tudo com foco na repressão de crimes praticados contra a propriedade intelectual na internet.

Até agora, quatro edições da Operação 404 ocorreram. Elas unem o governo brasileiro, grupos da indústria de entretenimento e parceiros. Ou seja, a cada ano, sites e aplicativos com objetivos de pirataria caem pela ação das autoridades:

  • Em 2019, foram 210 sites e 100 apps;
  • Em 2020, 252 sites e 65 apps;
  • Em 2021, 334 sites e 94 apps;
  • Na quarta edição, em 2022, 226 sites e 461 aplicativos piratas foram derrubados.

A execução mais recente ocorreu em junho, na qual buscas foram feitas até mesmo no metaverso. Segundo a polícia federal, “foram desativados quatro canais que realizavam transmissões ilegais de conteúdo e 90 vídeos tirados do ar”.

Curiosamente, os criminosos usam nomes de artistas famosos como Alok, Xande Aviões, Marília Mendonça e Aline Barros. Assim, esses apps e serviços conseguem capturar informações pessoais e bancárias dos usuários.

Por outro lado, o público ainda não parece muito convencido dos problemas da pirataria.

Empresa antipirataria foi importante na Operação

A empresa antipirataria Nagra, em parceria com a organização Alianza, afirmou que tem uma grande parcela na Operação 404. Do mesmo modo, ela conseguiu derrubar 300 apps de pirataria entre setembro de 2019 e agosto de 2020. Além disso, seus esforços desmantelaram 593 serviços de IPTV pirata entre setembro de 2020 e agosto de 2021.

Essa “ajudinha” também tirou do ar quase 9.500 playlists de IPTV pirata entre setembro de 2019 e agosto de 2021.

Com tantos aplicativos caindo, a confiança dos usuários acaba dando aquela estremecida. Por exemplo, o app chamado Cuevana 3 foi removido do APKCombo graças a uma reclamação. Ele tinha mais de 1 milhão de downloads.

O desenvolvedor lançou, consequentemente, novas versões como “Plus” e “Pro”, mas é mais complicado alcançar o sucesso de outrora se não tiver o símbolo de “1M+ download”. Diminuindo, assim, a confiança por parte das pessoas.

Em outras palavras, com a Operação 404 e o olhar atento de organizações como Nagra e Alianza, isso pode virar algo recorrente, atrapalhando os aplicativos piratas.

Publicações do autor

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: