Brasil Destaque

PF prende suspeito de ser mandante do assassinato de Dom e Bruno

Colômbia foi preso por estar com documentos falsos; segundo PF, ele seria o empregador dos assassinos de Dom e Bruno

A Polícia Federal prendeu, nesta quinta-feira (8/7), o peruano Rubens Villar Coelho, conhecido como Colômbia, em Tabatinga, no Amazonas. Ele é suspeito de ser o mandante dos homicídios do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips. A informação foi confirmada pelo blog da Andréia Sadi, no G1.

Colômbia foi ouvido na delegacia de Tabatinga e negou envolvimento com os assassinatos. Apesar disso, ele foi detido por está usando documentos falsos.

De acordo com a PF, o homem seria um traficante de drogas e os assassinos de Dom e Bruno trabalhavam para ele na pesca ilegal na região. Três pessoas estão presas preventivamente suspeitas de terem matado os dois. Outras cinco pessoas são investigadas suspeitas de ter participado da ocultação de cadáver.

Nesta quinta, a juíza titular de Atalaia do Norte, Jacinta Silva dos Santos, determinou o envio da investigação do crime para a Justiça Federal. A justificação é a motivação do crime está relacionada a questões de direitos indígenas, que é de responsabilidade federal.

A expectativa é que nesta sexta, a Polícia Federal dê uma entrevista coletiva em que dará mais detalhes sobre em que ponto está a investigação.

Dom e Bruno foram mortos em 5 de junho quando faziam uma  viagem para Atalaia do Norte. A viagem de 72 quilômetros deveria durar duas horas. Após 10 dias, os corpos deles foram encontrados em 15 de junho. Segundo laudo, Bruno morreu após ser atingido por três disparos, dois no tórax e um na cabeça. E Dom foi atingido uma vez, no tórax.

Publicações do autor

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: