NITEROIMAIS

Revista Eletrônica de Niterói

Parque Orla, em Niterói, é destaque no “Soluções Baseadas na Natureza, biodiversidade e cidades”

O webinar “Soluções Baseadas na Natureza, biodiversidade e cidades” teve como destaque o projeto do Parque Orla de Piratininga Alfredo Sirkis (POP), da Prefeitura de Niterói que foi apresentado ontem (11). No evento online, Niterói assinou a Declaração de Edimburgo, onde o prefeito Axel Grael assume o compromisso de realizar transformações na cidade para alcançar objetivos e ambições definidas no Novo Marco Global para a Biodiversidade Pós-2020.

“No evento, realizado no âmbito do projeto Novo Acordo pela Natureza e para as Pessoas pelo ICLEI América do Sul e o WWF-Brasil, em parceria com a Aliança Bioconexão Urbana, assinei o acordo de Edimburgo, um documento de posicionamento dos Governos Subnacionais de todo o mundo em contribuição à negociação do Novo Marco Global para a Biodiversidade Pós-2020.

Niterói faz uma aposta na sustentabilidade de maneira prioritária e estratégica, sobretudo neste momento de pós-pandemia, de retomada da economia e do cotidiano. Nossa cidade tem vocação para o ecoturismo, com parques, lagoas, a Baía de Guanabara, mar aberto, diversidade geomorfológica, o que permite várias possibilidades. A recuperação das lagoas e as trilhas abrem uma série de possibilidades de renda e emprego. Os esportes praticados nas áreas verdes também melhoram a qualidade de vida. O fato de termos mais da metade do território protegido é motivo de orgulho e poder ser referência nesta agenda nos impulsiona cada vez mais!”, informou o prefeito de Niterói. Axel Grael.
O Parque Orla é um projeto no entorno da Lagoa de Piratininga que tem o objetivo de proteger os ecossistemas da lagoa, além de tratar as águas de drenagem urbana e, assim, contribuir para a recuperação do Sistema Lagunar. A previsão é que todo o trabalho para a implantação do POP esteja concluído em setembro de 2022. Estão em andamento as obras de infraestrutura verde e revegetação, além de intervenções para urbanização da área, com implantação de pavimentação e drenagem, praças e ciclovias. O parque contempla a recomposição vegetal da orla da Lagoa, abrangendo uma área de mais de 150 mil metros quadrados e a implantação de cerca de 10 quilômetros de sistema cicloviário ao longo de toda a orla, além de espaços para lazer e esporte.
%d blogueiros gostam disto: