Destaque Estado

Operação na Vila Cruzeiro não consegue cumprir mandados de prisão

A operação conjunta das polícias Militar e Rodoviária Federal na Vila Cruzeiro, no Rio, que resultou em 8 mortos nesta sexta-feira (11), e a ação da Polícia Civil no Jacarezinho, em maio do ano passado, com 28 óbitos, têm um ponto em comum: ambas tinham como alvo principal o traficante Adriano Souza de Freitas — conhecido como Chico Bento. Juntas, as ações somaram 36 mortes.

Apontado pelas autoridades como um dos principais chefes do Comando Vermelho, ele escapou mais uma vez.

“Passou muito perto de ser pego, mas dada a colocação de várias barricadas, a gente teve alguma dificuldades. Ele, mais uma vez, utilizou esse estratagema de sacrificar jovens, pretos, pobres, favelados, periféricos, ali, com armas nas suas mãos, para que servissem como escudo, para que ele pudesse fugir”, disse à TV Globo o tenente-coronel Ivan Blaz, porta-voz da Polícia Militar.

Segundo o tenente-coronal, a medida tomada pelo traficante é uma prática de chefes da facção:

“É um estratagema covarde que esses marginais lideranças dessa fação criminosa utilizam, sacrificando essa juventude, mas ele será preso dentro em breve, estamos no seu encalço”.

O Disque-Denúncia oferece uma recompensa de R$ 1,6 mil para quem oferecer informações que levem à prisão de Chico Bento.

Na a ação desta sexta, os policiais apreenderam fuzis, pistolas, granadas e 72 quilos de pasta básica de droga.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Leia o QR Codes e tenha a Rádio JN a um clique no seu smartphone Android

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu iPhone

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu smartphone Android

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: