Connect with us

Destaque

Niterói lança pacto pela retomada da economia com injeção de mais de R$ 2 bilhões

Published

on

Cada um dos 7 eixos de abrangência terá reuniões setoriais. População poderá opinar em consulta pública via Colab

A Prefeitura de Niterói lançou nesta segunda-feira (04) o Pacto de Retomada Econômica, que vai injetar mais de R$ 2 bilhões em investimentos na cidade. Deste total, mais de R$ 1,4 bilhão estará concentrado no eixo Niterói Empregada, que vai promover diretamente políticas de empregabilidade. Um pacote de mais de 25 obras públicas será a chave para impulsionar a abertura de aproximadamente 12 mil postos de trabalho. O prefeito de Niterói, Axel Grael, anunciou o lançamento dos editais de três obras de grande porte para a cidade: a implantação de rede de drenagem e pavimentação do Engenho do Mato e do Jardim Imbuí e a construção de um parque esportivo na Concha Acústica.

O investimento do município nestas três obras com editais anunciados será de aproximadamente R$ 285 milhões com a previsão de geração de 2.520 empregos. Entre todas as intervenções previstas no Pacto, estão obras de mobilidade, urbanização, drenagem e pavimentação, além de projetos voltados para setores de saúde, educação, turismo, cultura, meio ambiente, habitação e desenvolvimento econômico e social.

O prefeito Axel Grael explicou que o Pacto de Retomada Econômica é dividido em 7 eixos temáticos com ações que vão de 2021 a 2024, como a criação da Moeda Arariboia, que beneficiará 30 mil famílias, e a dragagem do Canal de São Lourenço, para estimular a indústria naval.

Advertisement

“Esse é um pacto de retomada da economia. Chamamos de pacto porque a prefeitura tem grande responsabilidade e capacidade de ajudar nesse processo, mas queremos trabalhar em parceria com a iniciativa privada, sociedade e academia para desenvolver nossa cidade e voltar a gerar empregos. Além dos bilhões investidos, vamos contabilizar os empregos que estamos gerando. A geração de empregos tem que ser nosso grande esforço”, destacou o prefeito.

O pacto completo pode ser acessado em https://ofuturoeagoraniteroi.com.br/.  A sociedade vai poder participar através de uma consulta pública que já está disponível no Colab. Através do link consultas.colab.re/pactoderetomadaeconomica, a sociedade pode acessar a página para opinar sobre as grandes prioridades do Pacto de Retomada Econômica.

A secretária municipal de Fazenda, Marília Ortiz, afirmou que, da mesma forma que Niterói foi exemplo no combate à pandemia, será referência no Pacto de Retomada da Economia. Ela frisou também que o pacto prevê incentivo ao setor de tecnologia, com o envio de projeto de lei para reduzir a alíquota do ISS de 5% para 2% nos serviços de streaming de áudios e vídeos e plataformas digitais da economia compartilhada.

“Este é um pacto amplo, ousado. As ações foram encomendadas com prioridade pelo prefeito e tem a integração das secretarias. Estamos fazendo um investimento muito completo para aportar recursos em diversos setores, como as áreas de emprego, desburocratização do ambiente de negócios, economia criativa e ecossistema de inovação. O Pacto também prioriza a área social, incluindo em seus projetos a população que mais sofreu com a perda de postos de trabalho e renda. Nesse sentido, a Moeda Social Arariboia será fundamental para essa retomada econômica inclusiva”, disse.

Na área de mobilidade, a Prefeitura vai tirar do papel a revitalização da Alameda São Boaventura, com previsão de geração de 1.200 empregos, além de intervenções para a ampliação da malha cicloviária, que chegará a 100 quilômetros nos próximos anos.

Advertisement

Na saúde, área que recebeu expressivos investimentos e estímulos nos últimos 18 meses para combater a pandemia, a gestão municipal está promovendo a reforma da maternidade municipal Alzira Reis, que terá sua capacidade ampliada em 30%. A previsão é de geração de 320 novos postos de trabalho.

Na Educação, a cidade se prepara para receber mais duas plataformas digitais. Uma em Santa Bárbara e outra na comunidade do Viradouro, onde as obras avançam e incluem, ainda, melhorias no acesso à comunidade, urbanização de vias e contenções de encostas. A previsão é de 320 vagas de emprego. A Zona Norte também irá abrigar um novo restaurante popular, que irá funcionar na Alameda São Boaventura.

Os projetos de revitalização das orlas do Centro e do Gragoatá, que têm previsão de criar 800 postos de trabalho, e a reforma da Casa Norival de Freitas, no Centro, vão representar importante fomento ao turismo da cidade. Já a construção de um parque esportivo na Concha Acústica será um grande incentivo para o esporte da cidade ao proporcionar a formação de novos atletas.

As obras do Parque Orla Piratininga (POP) Alfredo Sirkis, que já estão em andamento, representam um passo fundamental para a recuperação do sistema lagunar da Região Oceânica.

O vice-prefeito de Niterói, Paulo Bagueira, defendeu que o lançamento segue a evolução da cidade ao longo dos últimos anos.
“Niterói hoje é uma luz no Estado do Rio de Janeiro. Esses projetos apresentados, uns já em andamento, outros no processo de execução, não atingem a um só segmento, beneficiam todos os setores da cidade. Vamos continuar fazendo com que Niterói seja o melhor lugar para se viver e ser feliz”, ressaltou.

Advertisement

Consulta pública –

Para cada um dos sete eixos, serão organizados encontros setoriais de discussão dos projetos. Além do governo, vão participar membros da sociedade civil e representantes de cada setor. A proposta da Prefeitura é envolver os diferentes atores num pacto público e privado pela retomada da economia.  A sociedade vai poder participar do pacto através de uma consulta pública que já está disponível no Colab. Através do link consultas.colab.re/pactoderetomadaeconomica, a população pode acessar a página para opinar sobre as grandes prioridades do Pacto de Retomada Econômica.

Também para contribuir com a governança colaborativa do Pacto de Retomada Econômica, será publicado no Diário Oficial do Município o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. As esferas de governo, acadêmica, sociedade civil e iniciativa privada terão representantes no grupo.

“É com muito entusiasmo que eu vejo que a cidade continua seguindo dentro de um planejamento traçado com bastante responsabilidade e contemplando todos os setores. Fico satisfeito em saber que todas essas ações foram planejadas e a gente tem um futuro bem traçado. Temos uma boa margem neste ambiente de negócios, nos investimentos que o setor público está fazendo e que os empresários poderão fazer. Está sendo criado um ambiente de negócios amigável para poder agilizar a aprovação de projetos, a liberação de alvarás, e isso é bastante importante para a cidade. É um prazer poder estar participando desta iniciativa porque quem vai desfrutar disso diretamente somos todos nós. Tenho certeza que teremos muito êxito”, pontuou o presidente da Associação Conselho Empresarial (ACEC), Joaquim Andrade.

Os eixos – No eixo Niterói Empregada, a Plataforma de Empregabilidade é um dos destaques. A estratégia tem como meta garantir a contratação de pelo menos 6 mil pessoas. A plataforma visa a alocar o trabalhador no mercado de trabalho, por meio de vagas captadas junto a empregadores através do compartilhamento de dados. O Banco de Oportunidades da Juventude e o Impulsiona RJ (parceria com SENAC e SEBRAE para capacitação de jovens prioritariamente para setor do comércio de Bens, Serviços e Turismo) fecham o eixo.

Advertisement

No eixo Niterói Integrada está a Moeda Social Araribóia, programa que vai impactar mais de 30 mil famílias. A iniciativa vai injetar R$ 324 milhões na economia do município até 2024 para garantir uma renda básica a todos os niteroienses em situação de pobreza e extrema pobreza, podendo alcançar o valor mensal de R$ 540 por família.

O eixo Niterói Tecnológica inclui o planejamento para aumentar em 20% a arrecadação do município no setor de tecnologia até 2024, através da Península da Inovação. Serão fomentadas até 30 startups na área de tecnologia.

O eixo Niterói Promissora pretende aumentar em 30% a arrecadação no setor da economia do mar até 2024, através de ações como a dragagem do Canal de São Lourenço. Este eixo dará atenção especial aos setores que mais impulsionaram a arrecadação em Imposto Sobre Serviços (ISS) nos últimos meses.

O eixo Niterói Empreendedora inclui o já lançado Supera Mais Ágil, programa que vai conceder R$ 11 milhões em empréstimos e pretende garantir a abertura das empresas beneficiadas por pelo menos 1 ano após a concessão dos créditos pela Prefeitura de Niterói.
Também estão previstos mais de 100 programas de capacitação para empresários até 2024.
Os eixos Niterói Cultural e Niterói Turística completam o pacto, com iniciativas para, respectivamente, recuperar os postos de trabalho do setor cultural e retomar as atividades turísticas do município.

Advertisement

Destaque

Isolado, Bolsonaro tem agenda esvaziada e é ironizado pela imprensa italiana

Published

on

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, é um dos únicos líderes do G20 (grupo das 20 maiores economias do mundo) que não tem reuniões previstas com outros mandatários, à exceção do presidente italiano Sergio Mattarella, anfitrião do evento que, pelo protocolo, se encontra com todos os líderes presentes em Roma.

Segundo o Itamaraty, a agenda do presidente brasileiro seria atualizada ao longo da visita à Itália, e reuniões estavam sendo negociadas com outros países, mas nada foi fechado até o momento. O encontro do G20 ocorre neste fim de semana (30 e 31), e em seguida muitos deles seguem para a Cúpula do Clima em Glasgow, na Escócia (COP26).

Bolsonaro não vai à COP 26 para não ser criticado

Sob forte pressão internacional por causa do aumento do desmatamento e das queimadas na Amazônia, Bolsonaro decidiu não ir à COP26, o que gerou críticas de outros países e de organizações ambientais. Segundo o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, o mandatário brasileiro evitará a reunião do clima porque iriam jogar “pedras” nele.

A política ambiental de Bolsonaro colaborou muito para o isolamento dele em foros internacionais como o G20, e a ausência na COP26 acentua isso.

Em geral, reuniões bilaterais entre líderes em eventos como o G20 e a Assembleia Geral das Nações Unidas servem como um dos indicadores da importância do país no cenário global. Historicamente, o Brasil costumava ser requisitado por seu papel de articulador em negociações e debates globais envolvendo países em desenvolvimento.

Advertisement

Isolado por sua agenda ambiental, Brasil vai à cúpula querendo mostrar mudanças, mas sem dados favoráveis

O encontro de Glasgow ocorre no momento de maior fragilidade internacional do Brasil. No Tribunal Penal Internacional, o governo de Jair Bolsonaro é denunciado por crimes contra a humanidade por conta do desmatamento. Na ONU, acumulam-se queixas formais contra o país pelo esvaziamento dos mecanismos de controle ambiental.

Enquanto isso, governos europeus caminham no sentido de iniciar a adoção de barreiras comerciais para exportações que não consigam provar que não geram desmatamento. Se não bastasse, fundos de investimento retiram recursos do Brasil, e supermercados e lojas estrangeiras começam um processo para barrar produtos nacionais que não tenham comprovação de que não geram danos ao meio ambiente.

Ciente de estar encurralado, o Itamaraty vem tentando, nos bastidores, romper com dois anos de uma política externa que isolou o país e transformou o Brasil em uma espécie de pária internacional.

Vaias e xingamentos

No segundo dia de visita a Roma, Bolsonaro foi xingado e vaiado nas redondezas da embaixada brasileira, onde está hospedado. O mandatário brasileiro foi chamado de “genocida” e “incompetente” quando voltava de um passeio na região do Vaticano.

 

Advertisement

Continue Reading

Destaque

Niterói lança 2ª etapa da Operação Verão a partir do dia 1 de novembro

Published

on

A Prefeitura de Niterói inicia, na próxima segunda-feira (1º de novembro), a 2ª etapa da Operação Verão, que já acontece em 12 praias da cidade, desde o início de outubro. A ação de ordenamento é coordenada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e acontece nos fins de semana e feriados até março de 2022. Nessa nova fase haverá o reforço do patrulhamento e das ações de trânsito na região oceânica e áreas de acesso.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, esteve nesta sexta-feira (29), na entrega de motos da Nittrans que eram utilizadas pelo Programa Niterói Presente e passarão a dar suporte às operações da Subsecretaria de Transporte e Trânsito.

“Estamos reforçando a estrutura para dar respaldo à atuação dos nossos agentes para que tenhamos uma eficiência ainda maior na gestão do trânsito, desde as operações especiais até a rotina de gerenciamento do trânsito de Niterói, principalmente com a Operação Verão. Este é um conjunto de medidas que adapta o uso de equipamentos para continuar atendendo à população de Niterói”, explica o prefeito.

O secretário de Ordem Pública, Coronel Paulo Henrique, fez um diagnóstico e ressaltou que a Operação Verão precisa de mais recursos e é isso que a prefeitura tem feito.

Advertisement

“Hoje a Nittrans entregou mais alguns equipamentos aos agentes de fiscalização de trânsito. Há uma semana, fizemos a mesma coisa com a Guarda Municipal. Há um plano de investimentos para que a gente melhore a qualidade do trabalho executado por este agente para prestar um serviço para população de forma mais rápida e eficiente. O trânsito acaba afetando a vida de todos, por isso ele requer uma atenção especial”, destacou o secretário.

O secretário destacou ainda que a Operação Verão foi lançada antecipadamente para que houvesse um processo de maturação e adaptação. “Esse ano temos a novidade de Piratininga ter menos vagas ao longo do calçadão devido a obra da ciclovia e isso muda a dinâmica do bairro. Então, assim que terminamos a operação que era voltada à Covid, com manutenção da praia com horário reduzido, emendamos com a Operação Verão, progredindo nas medidas adotadas para dar um atendimento de mais qualidade e mais conforto para o cidadão niteroiense”, reforçou o coronel Paulo Henrique.

“Este ano teremos um verão mais concorrido, considerando que passamos até então por um longo período de restrições em razão da pandemia. Estamos nos preparando ainda melhor para atender às novas demandas de trânsito e isso passa por esta parceria entre NitTrans, Secretaria de Mobilidade e Urbanismo e Secretaria de Ordem Pública. A Prefeitura de Niterói atua em coordenação para que a operação de trânsito aconteça de forma integrada”, explicou o presidente da Nittrans, Gilson Souza.

O subsecretário de Trânsito e Transportes, Murillo Moreira Junior, contou que a SSTT vai reforçar com seus agentes de trânsito e fiscais de transporte, com a chegada das motos e outros veículos que já foram cedidos para o subsecretaria, a fiscalização das irregularidades que acontecerem com a reabertura das praias, de forma a contribuir com os outros órgãos da prefeitura.

A Operação Verão conta também com efetivos da NitTrans, Neltur, Secretaria Municipal de Meio Ambiente Recursos Hídricos e Sustentabilidade (SMARHS), Companhia de Limpeza de Niterói (Clin), Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconser), as Administrações Regionais de Icaraí, Região Oceânica, de São Francisco, Charitas, Superintendência de Terminais e Estacionamentos de Niterói (Suten), Defesa Civil, além da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Advertisement

Ciclovia – Com o crescimento da malha viária e dos adeptos pela bicicleta como meio de transporte, o secretário de Mobilidade e Urbanismo, Renato Barandier, destacou que a entrega dessas motos é importante para iniciar uma fiscalização mais intensiva com foco também nas ciclovias da cidade. “Essa é uma questão que tem gerado muita demanda da sociedade. A reivindicação é, sobretudo, em relação a fiscalização de estacionamento irregular e motos transitando nas ciclovias. As motos vão ajudar a combater esse tipo de irregularidade e esperamos que, em breve, esse reforço consiga dar resultados”, disse Barandier.

Continue Reading

ARQUIBANCADA

Com gol de Michael, Flamengo vence o Atlético-MG por 1 a 0 e diminui diferença para o líder

Published

on

Pela 29ª rodada do Brasileirão, o Flamengo venceu o Atlético-MG por 1 a 0 na noite deste sábado (30), no Maracanã. Michael marcou o gol do Mais Querido ainda na primeira etapa. Com o resultado, o Mengão diminuiu a diferença para dez pontos em relação ao time mineiro. Vale ressaltar que a equipe de Renato Gaúcho tem dois jogos a menos que o adversário.

O jogo
A partida começou com o Flamengo pressionando a saída de bola do Atlético. Nos minutos iniciais, o confronto era bastante truncado com muitas faltas para parar as jogadas. Aos 24’, o Mengão abriu o placar! Arão lançou para Isla, que cruzou na área. Bruno Henrique desviou de cabeça e Michael bateu colocado no canto superior de Everson: 1 a 0.

Após o gol, o Atlético veio pra cima e passou a ter mais a posse de bola, mas o time rubro-negro, que jogava com as linhas mais baixas, conseguiu se defender e foi para o intervalo com a vantagem no marcador.

No segundo tempo, o jogo ficou mais aberto e o Flamengo encontrava mais espaços para atacar. O time mineiro, quando descia para o ataque, também levava perigo ao gol de Diego Alves. Aos 20’, Everton Ribeiro arriscou o chute de fora da área, o goleiro bateu roupa, mas a zaga afastou.

Advertisement

Nos acréscimos, Rodinei recebeu na entrada da área, avançou e chutou forte. A bola bateu na trave. Nos minutos finais, o Mais Querido soube administrar o resultado e conquistou uma vitória importantíssima no Maraca.

Próximo compromisso
O Rubro-Negro volta a campo na próxima terça-feira (2) para enfrentar o Athletico-PR, às 16h, na Arena da Baixada, em jogo atrasado da quarta rodada do Brasileirão.

Ficha técnica
Flamengo 1×0 Atlético-MG – 29ª Rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Maracanã-RJ
Data: 30/10/2021
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
Cartões amarelos: Guga (CAM), Nathan Silva (CAM), Everton Ribeiro (FLA), Bruno Henrique (FLA), Diego Alves (FLA) e Rodinei (FLA)
Gols: Michael (24’1ºT).

Escalação do Flamengo
Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Ramon (Renê); Willian Arão, Andreas e Everton Ribeiro (Rodinei); Michael (Thiago Maia), Bruno Henrique (Vitinho) e Gabi (Bruno Viana).
Técnico: Renato Gaúcho.

Escalação do Atlético-MG
Everson; Guga (Diego Costa), Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan (Nathan), Jair, Zaracho (Mariano) e Nacho Fernández (Savarino); Keno (Vargas) e Hulk.
Técnico: Cuca.

Advertisement

Continue Reading

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

%d blogueiros gostam disto: