Destaque Niterói

Niterói celebra Outubro Rosa com iluminação especial no MAC

Secretaria Municipal de Saúde preparou programação com diversas atividades gratuitas durante este mês

O Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói recebeu iluminação especial cor de rosa, nesta sexta-feira (1). A iniciativa é em alusão à campanha Outubro Rosa para conscientização sobre o câncer de mama. A Secretaria Municipal de Saúde também preparou uma programação de atividades pelo Outubro Rosa durante o mês de outubro. Nesta sexta-feira, o Hospital Municipal Carlos Tortelly (HMCT) teve uma decoração especial em seu Centro de Diagnóstico Integrado (CDI), que realiza exames de mamografia.

“Nesse último ano e meio, o foco era na Covid-19 e, agora, com o avanço da vacinação, é um momento muito importante de voltar a falar deste tema que é o câncer de mama. A prevenção deve ser feita o ano todo e não apenas no mês de outubro. Quero parabenizar esse movimento tão resiliente, que já completou 10 anos na nossa cidade”, enfatizou o prefeito de Niterói, Axel Grael.

A atividade no MAC contou ainda com a participação da primeira-dama da cidade, Christa Grael, do vice-prefeito Paulo Bagueira, e da sua mulher, Raíssa Machado, da ativista Karla Barcellos, que prestou uma homenagem a Paulo Gonçalves, coordenador do projeto que morreu recentemente, dos vereadores Leandro Portugal e Binho Guimarães, além de líderes religiosos.

Saúde – No Hospital Municipal Carlos Tortelly, a secretária Márcia Cristina Pereira Varela, de 49 anos, foi uma das mulheres atendidas para realizar uma mamografia. Ela contou que fez a retirada de nódulos do seio em 1994 e até hoje faz periodicamente o exame para acompanhamento.

“Eu descobri o nódulo quando ainda estava amamentando o meu primeiro. Tive que fazer cirurgia para a retirada e, de lá pra cá, tenho que fazer o acompanhamento. Pelo menos uma vez por ano, eu tenho que fazer a mamografia para saber se está tudo bem. Esse mamógrafo é muito importante, porque antes a gente ficava perdida, sem saber onde fazer o exame. Quanto mais cedo descobrimos, melhor, então a mulher não deve ter receio de procurar ajuda médica quando perceber qualquer alteração no seu corpo”, aconselhou.

Quem também fez o exame foi Franciana de Araújo de Lima, de 35 anos, que identificou um nódulo há cinco anos e iniciou o tratamento, que foi interrompido e agora retomado.

“Tenho feito acompanhamento, mas o meu mastologista se aposentou e fiquei estagnada nessa situação. Acho muito importante essa porta aberta para a gente, para a comunidade, vir aqui e conseguir esse exame com mais facilidade. A mamografia aqui na nossa rede municipal é um facilitador para fechar diagnóstico e evitar maiores preocupações”, disse.

Referenciada pelo Programa Médico de Família (PMF) Atalaia, a dona de casa Vânia Gonçalves, de 48 anos, também esteve no CDI para realizar uma mamografia pela primeira vez.

“Sempre pensei em fazer esse exame e agora tive essa oportunidade, achei tudo muito organizado e fui muito bem atendida”, contou.

O CDI do Carlos Tortelly foi inaugurado em 5 de novembro de 2020 e tem realizado uma média de quatro mil exames por mês. Além da mamografia, conta também com tomografias, raio-x digital, ultrassonografia, ecodoppler, endoscopia e colonoscopia.

“Com o CDI, temos conseguido atender demandas de toda a rede, como a de tomografia. Paralelamente, a prevenção em saúde é fundamental para evitar que casos fiquem graves e necessitem do setor de urgência”, afirma o diretor do Hospital, Ubiratan Moreira, ressaltando a importância da população adotar hábitos saudáveis e, no caso do câncer de mama, a realização constante do autoexame.

O câncer de mama é causado pela multiplicação desordenada de células anormais da mama, formando tumor com potencial de invadir outros órgãos. É o segundo maior tipo de câncer entre as mulheres, depois do câncer de pele não melanoma. A estimativa do INCA para 2021 é que 66.280 novos casos da doença sejam identificados no Brasil (incidência de 43,74 de casos para 100 mil mulheres).

Confira a programação do Outubro Rosa na Atenção Básica de Saúde:

– Rodas de conversas, às 14h, com a Drª Miriam Carvalho, nos PMF da Regional Norte II nos dias: 04/10 (Ilha do Conceição); 06/10 (Maruí); 13/10 (Coronel Leôncio); 14/10 (Nova Brasília); 18/10 (Leopoldina); 21/10 (Vila Ipiranga); 27/10 (Marítimos); 29/10 (Balderador).

 – No dia 14, às 14h30, o Departamento de Supervisão Técnica Metodológica (DESUM) convida para live com o tema “Câncer de mama: Mitos e Verdade”, com a Drª Thereza Cypreste, no YouTube da Secretaria Municipal de Saúde de Niterói (www.bit.ly/SaúdeNiterói).

 – No dia 18/10, às 10h, a Policlínica Regional de Itaipu convoca para roda de conversa “Amor no Peito: Apoio com orgulho o mês de conscientização do câncer de mama”, com a Drª Luiza Seixa (ginecologista), Drª Monica (nutricionista) e Drª Sandra Piccoli (terapeuta ocupacional).

 – Em 19/10, às 14h30, o DESUM organiza uma roda de conversa “Outubro Rosa, de todas as cores?”.

 – Na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Engenhoca, no dia 20/10, às 10h, acontece a roda de conversa “Prevenção e tratamento do câncer em tempos de pandemia”.

 – A Unidade Básica de Saúde (UBS) Drº Mario Pardal (Morro do Estado) realiza coleta de preventivo e instrução de autoexame das mamas neste mês, com atividades sobre o preventivo (11/10); câncer de mama (13/10); planejamento familiar e métodos contraceptivos (14/10); importância do pré-natal (15/10).

 – Já na UBS de Santa Bárbara, a equipe vai se vestir de rosa durante todo mês, com camisas personalizadas. A unidade estará com cartazes e panfletos com informações sobre o câncer de mama. Pacientes e moradores da região serão abordados pelas equipes, além do aumento da coleta de preventivos.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: