Brasil Destaque

Motoristas e entregadores de Uber, 99 e iFood fazem paralisação nesta terça

Motoristas e entregadores de Uber, 99 e iFood iniciaram, nesta terça-feira (29), uma paralisação de um dia por melhores condições de trabalho. A manifestação afeta ao menos regiões de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Curitiba e Rio Grande do Sul.

A meta da categoria é fazer uma greve unificada entre todos os profissionais que lidam com o transporte de passageiros e encomendas.

O Sindimoto-SP, entidade que representa o setor de motofrete de São Paulo, afirmou que reitera seu compromisso com as demais categorias em prol de melhorias nas condições dos trabalhadores.

“Estamos apoiando a pauta de reivindicações da categoria dos entregadores do segmento de delivery e entregas de mercadorias. É justa a paralisação em busca de melhores condições de trabalho, reajustes de taxas de entregas, km rodados e fim do sistema de bloqueio e melhores salários”, diz, por nota, o sindicato.

Segundo o sindicato, são mais de cinco anos com demandas no judiciário contra as empresas de Apps de entregas, sem um balizamento dos dissídios coletivos e da justiça do trabalho. “Vamos viver eternamente com esse impasse, nossa entidade não vê outra saída para essa situação […]. Estamos esses anos todos sem reajustes de valores.”

Segundo o Uol, em São Paulo, os trabalhadores se concentraram na sede da Uber, no Parque Industrial Tomas Edson, na região da Barra Funda. No Rio de Janeiro, os motoristas partiram do aeroporto Santos Dumont até o escritório da Uber, localizado na avenida Presidente Vargas.

Entre as reivindicações estão reajuste de taxas por km rodado, aprimoramento dos incentivos e mais detalhamento dos valores de todas as categorias de corridas, entre outros pontos.

Tags

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Leia o QR Codes e tenha a Rádio JN a um clique no seu smartphone Android

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu iPhone

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu smartphone Android

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: