NITEROIMAIS

Revista Eletrônica de Niterói

Morre o ator e diretor Paulo José, aos 84 anos, importante nome do cinema e televisão

O ator sofria de Mal de Parkinson há mais de 20 anos e estava internado há 20 dias por decorrência de uma pneumonia.

Morreu, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (11/08) o ator Paulo José, ícone do cinema e TV nacional. O ator de 84 anos estava internado há 20 dias em decorrência de uma pneumonia, e há mais de 20 anos, sofria de Mal de Parkinson. Paulo José deixa esposa e quatro filhos.

Paulo teve mais de 60 anos de carreira com obras que marcaram a dramaturgia brasileira no teatro, cinema e TV. Entre seus trabalhos mais importantes está o filme Macunaíma e Todas as Mulheres do Mundo, nos anos 60; sua primeira novela Véu de Noiva, em 1969; e o seriado Shazam, Xerife e Cia, onde atuou com Flavio Migliaccio, derivado deu seu popular papel na novela O Primeiro Amor. Nos anos 90, marcou as novelas Explode Coração e Por Amor, de Manoel Carlos, com o alcóolatra Orestes.

Mais recentemente, Paulo José participou da novela Caminho das Índias (2009) e Morde e Assopra (2011). Sua última aparição na TV foi como Benjamin na novela Em Família (2014), também de Manoel Carlos. Ele era o pai de Virgílio, interpretado por Humberto Martins. Como na vida real, seu personagem sofria de Mal de Parkinson.

%d blogueiros gostam disto: