Destaque EM BRASÍLIA

Ministro Barroso, do STF, envia à PGR ação contra Bolsonaro por associar vacina à Aids

A mentira foi publicada em um site antivacina; o presidente leu a fake news em sua live semanal

O ministro Luís Roberto Barroso , do STF, enviou para a Procuradoria-Geral da República uma notícia-crime apresentada por parlamentares do PSOL e PDT pedindo a investigação de Jair Bolsonaro pela mentira que associa a vacinação contra a Covid à Aids. 

“Conforme prevê o art. 230-B do Regimento Interno do STF e como de praxe, determino a remessa dos autos à Procuradoria-Geral da República para manifestação”, disse.

A decisão é praxe porque PGR é a responsável por analisar pedidos de investigação de pessoas com foro. Em sua live na última quinta-feira, o presidente voltou a espalhar fake news sobre as vacinas contra a Covid e chegou a afirmar que “pessoas totalmente imunizadas estão desenvolvendo Aids”.

Na ação, os parlamentares afirmaram que o ato de Bolsonaro é um “absoluto desrespeito para com o país e com as famílias enlutadas” e “coloca sua ideologia autoritária acima das leis do país, mentindo de forma criminosa sobre as vacinas, colocando em risco uma estratégia que vem diminuindo drasticamente o número de mortes no país”.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Leia o QR Codes e tenha a Rádio JN a um clique no seu smartphone Android

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu iPhone

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu smartphone Android

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: