ARQUIBANCADA Destaque Formula 1

Max Verstappen conquista GP da Espanha de Fórmula 1

Max Verstappen venceu um GP da Espanha de 2022 repleto de ação, quando o pole position Charles Leclerc se aposentou de uma liderança confortável. Sergio Perez ficou em segundo lugar para garantir a segunda dobradinha da Red Bull na temporada, enquanto George Russell terminou em terceiro pela Mercedes, tendo se envolvido em uma luta épica com o eventual vencedor Verstappen.

As altas temperaturas não foram o único problema no domingo; grandes rajadas na curva 4 fizeram com que Carlos Sainz e Verstappen saíssem da pista e diminuíssem a ordem logo no início. Isso deixou Leclerc com uma vantagem confortável e um pit stop gratuito na volta 22, e parecia uma vitória direta para a Ferrari – até que o motor de Leclerc cedeu na volta 27.

Antes disso, Russell e Verstappen (cujo DRS estava com defeito) haviam brigado – rodando roda a roda em várias ocasiões de tirar o fôlego – pelo P2. Agora eles estavam lutando pela liderança. Assim, Verstappen parou uma segunda vez de médios para macios na volta 29 e alcançou a cauda de Russell na volta 37, quando Russell trocou por outro conjunto de médios. Sergio Perez estava brevemente na liderança agora – mas logo depois foi colocado para um novo conjunto de médios.

Cobrindo a estratégia alternativa de Perez e a vantagem da vida útil dos pneus, Verstappen também foi trocado por macios na volta 45, um novo conjunto de médios agora dando a ele uma excelente oportunidade de tirar a liderança de Perez. Verstappen foi autorizado a passar e acabou vencendo por 13 segundos; Perez conquistou o P2 e a volta mais rápida, tendo parado para os macios no final.

Russell terminou em terceiro, apesar de ter defendido as ameaças de Verstappen durante grande parte da corrida, enquanto Sainz terminou em quarto, apesar de ter caído fora do top 10 logo no início após sua volta 4. Hamilton ultrapassou Sainz para o P4 com uma jogada brilhante na curva 1 a cinco voltas do final, mas depois caiu para o P5 depois de receber ordens de sua equipe Mercedes.

A estratégia de Valtteri Bottas com pneus macios, médios e médios fez com que ele perdesse para Sainz e Hamilton, com pneus macios, com o finlandês conseguindo um P6 ainda sólido para a Alfa Romeo. Em sétimo ficou Esteban Ocon, que subiu cinco lugares para a Alpine com duas passagens com pneus macios. Lando Norris refletiu a estratégia do francês, mas terminou alguns segundos atrás no P8 do P11 para a McLaren. Fernando Alonso da Alpine (de trás do grid) e Yuki Tsunoda da AlphaTauri (do P13) completaram o top 10 no mesmo gambito suave-médio-soft-soft.

A estratégia de duas paradas de Sebastian Vettel o levou a terminar em 11º para a Aston Martin, com Mick Schumacher em 14º, enfrentando um destino semelhante ao perder os pontos no final para a Haas, com Daniel Ricciardo e Pierre Gasly promovidos a P12 e P13, respectivamente.

O contato tardio com Gasly nas curvas 1-2 colocou Lance Stroll em 15º para a Aston Martin.

Kevin Magnussen fez contato com Hamilton no início da curva 4 e terminou em 17º – entre os pilotos da Williams – optando por uma estratégia suave-médio-dura. Na Williams, Alex Albon terminou em 18º e Nicholas Latifi em 16º.

Junto com Leclerc, Zhou Guanyu, da Alfa Romeo, foi o outro aposentado na Espanha.

 

 

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: