Brasil ECONOMIA

Itapemirim: Comprador suspende negócio após Justiça bloquear bens da aérea

Após anunciar a compra da Itapemirim Transportes Aéreos (ITA), no dia 17 de abril, o empresário brasiliense Galeb Baufaker Junior anunciou que desistiu do negócio. Em notificação extrajudicial, enviada à Justiça em 29 de abril, Baufaker alegou que os bens da empresa estariam indisponíveis após o bloqueio do patrimônio da empresa, que incluem cotas e ações determinados pela 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo.

“Diante disso, a Notificante vem, através da presente, comunicar a Vossas Senhorias sua decisão de rescindir unilateralmente o contrato acima citado, pelo motivo acima exposto, eis que a decisão do Juízo da recuperação judicial trouxe grande insegurança aos negócios do grupo Itapemirim, e a Notificante com seu grupo de investidores, interessados nessa negociação, veem, neste momento, como temerária a compra das empresas Itapemirim Transportes Aéreos e Ita Bank, devido à grande insegurança jurídica gerada pela referida decisão judicial”, diz trecho na notificação.

A venda da ITA foi comunicada a funcionários em nota assinada por Adalberto Bogsan, atual CEO da empresa aérea. Na mensagem, Baufaker afirmava que ia “concentrar esforços na capitalização da empresa, na reorganização e manutenção do grupo de colaboradores e executivos”.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: