ARQUIBANCADA Destaque Fluminense

Fluminense vence o Ceará, entra no G4 na despedida de Fred

A despedida de Fred dos gramados foi em grande estilo. Do show de Belo à festa feita pela torcida no Maracanã, a alegria também perdurou com a bola rolando. O Fluminense venceu o Ceará por 2 a 1 na noite deste sábado, pela 16ª rodada do Brasileirão. Os gols foram marcados por Germán Cano e Matheus Martins pelo lado tricolor, enquanto Luiz Otávio fez o do Ceará.

O ídolo entrou na partida aos 33 minutos do segundo tempo e, mesmo sem marcar gol, emocionou os mais de 63 mil torcedores presentes no Maracanã.

Com o resultado, o Fluminense chegou a 27 pontos e assumiu, de forma provisória, a vice-liderança do Campeonato Brasileiro – ainda podendo ser ultrapassado com o desenrolar da rodada. O Ceará, com 18, ocupa a 15ª posição.

O Fluminense já volta a jogar na próxima terça-feira: o Tricolor tem o jogo da volta das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, no Mineirão. O Ceará, também pela Copa do Brasil, faz clássico ante o Fortaleza no Castelão na quarta-feira.

O Fluminense começou o jogo pressionando. Trocas rápidas de passes, movimentações e rapidez nas decisões eram marcas do Tricolor no terço final. O Flu chegou muito perto de marcar: após boa trama, o goleiro João Ricardo parou no reflexo um chute de Germán Cano dentro da pequena área.

O Ceará não conseguiu segurar o volume de jogo do Fluminense por muito tempo. Já na reta final do primeiro tempo, Caio Paulista pegou o rebote de um escanteio e cruzou uma bola na medida para Germán Cano, que subiu sozinho e marcou o 26º gol na temporada.

Na comemoração, o argentino substituiu o tradicional “L” pelo coração, uma das marcas registradas de Fred. O tento deixou o Tricolor para ficar em vantagem no intervalo.

Os papéis se inverteram no início do segundo tempo. Foi o Ceará que começou pressionando e obrigou Fábio a trabalhar. O goleiro fez uma boa defesa em chute de Iury Castilho e, logo depois, operou um milagre na finalização de Vina, que pegou o rebote.

As esperanças do Ceará logo foram para o ralo. Se o Vozão voltou agitado, o Fluminense sim fez questão de jogar água no chopp dos visitantes. Samuel Xavier achou Cano livre dentro da área e o artilheiro serviu de garçom, apenas rolando para Matheus Martins completar para o fundo das redes.

O Ceará, mesmo com a desvantagem, continuou tentando. Fábio fez outra defesaça em um voleio de Vina na grande área – a bola ainda resvalou no travessão depois do goleiro defender. A partida ficou lá e cá, com os dois times buscando o ataque.

Fred foi chamado por Fernando Diniz aos 30 minutos, levantando a torcida. O camisa 9 entrou em campo três minutos depois, no lugar de Germán Cano. O argentino deixou o gramado fazendo reverências e agradecendo ao brasileiro.

O Ceará colocou uma pressão nos minutos finais e fez a defesa do Fluminense suar. De tanto isso acontecer, o gol sair. Após cruzamento e confusão na área, a bola sobrou para o zagueiro Luiz Otávio empurrar para o fundo das redes.

Mesmo com essas tentativas, a equipe comandada por Fernando Diniz segurou firme nos minutos finais e confirmou a vitória. No fim, vitória tricolor e alegria de Fred.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE X CEARÁ

Data/Hora: 09/07/2022, às 19h

Local: Maracanã (RJ)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (FIFA-SP)

Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)

Árbitro de vídeo: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Gramado: Bom

Público e renda: 63.707 presentes / R$ 2.201.275,00

Cartões amarelos: Matheus Martins e Felipe Melo (FLU); Iury Castilho e Richard Coelho (CEA)

Cartões vermelhos:

Gols: Germán Cano (1-0, 39’/1ºT); Matheus Martins (2-0, 9’/2ºT); Luiz Otávio (2-1, 48’/2ºT)

FLUMINENSE: Fábio; Samuel Xavier, Nino, Manoel, Caio Paulista; André, Nonato (Felipe Melo 27’/2ºT); Matheus Martins, Ganso (Martinelli 27’/2ºT), Jhon Arias; Cano (Fred 33’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

CEARÁ: João Ricardo; Michel Macedo, Messias, Luiz Otávio, Bruno Pacheco (Victor Luís 43’/2ºT); Richard Coelho, Rodrigo Lindoso (Fernando Sobral 43’/2ºT); Iury Castilho, Lima (Zé Roberto 18’/2ºT), Mendoza (Dentinho 43’/2ºT); Vina. Técnico: Marquinhos Santos.

Publicações do autor

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: