ARQUIBANCADA Fluminense

Fluminense não sai do 0 a 0 com o América-MG

Diante do América-MG, o Fluminense não conseguiu aproveitar o fato de ter um jogador a mais por 80 minutos e acabou ficando no empate sem gols. Apesar de ter o domínio da partida, o Tricolor esbarrou no “ferrolho” montado por Vagner Mancini, além da falta de inspiração dos seus jogadores de frente. Com o resultado, a equipe de Fernando Diniz, que havia terminado a rodada anterior na oitava colocação, acabou perdendo duas posições.

Na próxima rodada, o Fluminense terá o Avaí, no Maracanã. O Tricolor tentará encerrar a sequência de dois jogos sem vencer. As equipes se enfrentam no próximo domingo, às 19 horas. Já o América-MG sai para jogar contra o Fortaleza, no mesmo dia, no Castelão.

Os primeiros minutos da partida foram equilibrados entre as duas equipes no Independência. A partida foi desenhada para o América-MG ter mais oportunidades dentro de casa, articulando as jogadas pelo meio e provocando a defesa do Fluminense. No entanto, aos 10 minutos, o volante Alê, principal jogador do clube mineiro, foi expulso após cometer falta em Nino. Na ocasião, o lance foi revisado pelo VAR que enxergou uma infração na pancada que o zagueiro tricolor recebeu no rosto.

A partir daí, o jogo mudou. O Fluminense, com um jogador a mais, teve mais posse de bola e controle da partida. Enquanto isso, o América-MG alterou a formação tática e ficou armada na defesa para buscar o contra-ataque. Ainda assim, os dois times não conseguiram criar grandes oportunidades para abrir o placar. Pelo contrário, as duas equipes criaram jogadas, mas pecaram nas decisões tomadas durante o primeiro tempo do confronto da 12ª rodada.

No retorno ao segundo tempo, o Fluminense tentou mudar a postura com a entrada de Nonato e John Kennedy nas vagas de Wellington e Yago Felipe, respectivamente. Por outro lado, com um a mais na equipe, o Tricolor continuou pressionando na defesa do América-MG, que permaneceu fechado para criar o contra-ataque. No entanto, aos cinco minutos, o clube mineiro por pouco não conseguiu o que queria. No lance, Carlos Alberto, que entrou no lugar de Everaldo, puxou a marcação da defesa carioca pelo setor direito, e finalizou em cima do goleiro Fábio, que encaixou a bola sem dificuldade.

Aos oito minutos da etapa final, Cano apareceu pela primeira vez na partida. Na ocasião, o Fluminense chegou pela esquerda com boa jogada de Matheus Martins, que cruzou na medida para o atacante cabecear. No entanto, a bola foi fraca e Jailson defendeu com tranquilidade. O equilíbrio voltou a aparecer no jogo.

Com o time mais rápido e consciente do momento do jogo, o Fluminense tentou ser mais incisivo. Aos 19 minutos, Nonato criou boa jogada pelo meio e acionou John Kennedy, que ficou cara a cara com Jailson. No entanto, apesar da boa finalização, o goleiro do América-MG fechou o campo de visão do jogador e desviou a bola para escanteio.

A sequência do segundo tempo permaneceu sem inspiração para as duas equipes. Pelo lado do Fluminense, o Tricolor pressionou até o último minuto, mas não conseguiu ser objetivo em todas as oportunidades para garantir a vitória fora de casa. Por sua vez, com um a menos, o América-MG segurou o time carioca, e evitou a derrota no Independência.

No próximo domingo (19), o Fluminense encara o Avaí, às 19h, no Maracanã, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: