ARQUIBANCADA Destaque

Fluminense frustra torcedores com derrota para o Atlético-GO

Embalado pela vitória sobre o Atlético-MG por 5 a 3, o Fluminense entrou em campo contra outro Atlético, neste sábado. Porém, contra a equipe de Goiás a história acabou sendo bem diferente. Com um jogador a menos desde o começo do primeiro tempo, o Tricolor teve muitas dificuldades e foi derrotado pelos visitantes por 2 a 0 no Maracanã.
A vantagem foi construída na primeira etapa com Jefferson e Willian Rato. Fernando Diniz tentou fazer modificações na etapa complementar. Apesar de uma melhora da equipe tricolor, o placar não foi alterado novamente e os donos da casa acabaram saindo do Maracanã sem conseguir conquistar nenhum ponto.
Continua após a publicidade

Na próxima rodada, o Fluminense volta a jogar na próxima quarta-feira contra o América-MG, em Belo Horizonte. A partida será realizada às 21h30. Enquanto isso, o Dragão irá jogar contra o Palmeiras, em São Paulo, no dia seguinte. O confronto será realizado às 18 horas.

O Fluminense começou o jogo tentando pressionar o Atlético-GO. Com apenas três minutos, Jhon Arias fez bela jogada pela direita e cruzou, Cris Silva apareceu dentro da área e finalizou na rede pelo lado de fora, levantando os torcedores no Maracanã. Porém, os visitantes não ficaram em uma postura de jogar somente recuado e responderam aos 10 minutos. Após bela jogada pelo lado direito, Hayner apareceu bem e finalizou para boa defesa de Fábio.

Aos 15 minutos, o Fluminense perdeu uma chance inacreditável. Luiz Henrique fez bela jogada pela direita após passe de Samuel Xavier e tocou para Cano, o argentino, livre, finalizou mal e perdeu uma oportunidade que não costuma desperdiçar. Sete minutos depois, as coisas se complicaram para o Fluminense. David Braz perdeu na corrida para Churín e fez falta. A arbitragem entendeu que era lance para expulsão e o Tricolor ficou com um a menos.

Com um homem a mais, o Atlético-GO ficou mais à vontade no jogo. Wellington Rato carregou bem e finalizou duas vezes de fora da área, na segunda tentativa, a bola explodiu na trave de Fábio e assustou o Fluminense. Logo depois, nova jogada do Dragão. Pela esquerda, o cruzamento foi feito e Jorginho finalizou para boa defesa do goleiro tricolor.
Porém, aos 34 minutos, o Atlético-GO saiu na frente do placar. Após levantamento, a zaga do Fluminense cortou e a bola se ofereceu para Jefferson, que acertou belo chute, o goleiro Fábio pulou, mas não conseguiu fazer a defesa. Atrás do placar, o Fluminense passou a tentar jogar mais ofensivamente, mesmo com a desvantagem numérica. Luiz Henrique criou boas chances, mas nenhuma finalização no gol aconteceu.

Com a busca pelo empate, o Atlético-GO teve espaço. Wellington Rato recebeu passe em condição legal e parou em Fábio. Porém, dois minutos depois não teve jeito. Novamente, Wellington Rato apareceu na cara do gol do Fluminense, após belo passe de Marlon Freitas e ampliou o placar no Maracanã.

Em desvantagem no placar, o Fluminense voltou para o segundo tempo com duas mudanças. Caio Paulista e Nathan entraram nas vagas de Cris Silva e Wellington. A mudança fez o Tricolor passar menos sufoco nas chegadas do Atlético-GO, porém, a equipe de Fernando Diniz tinha dificuldades de criar oportunidades.

Porém, a primeira boa oportunidade do segundo tempo foi dos visitantes. Aos 20 minutos, Rato recebeu em boas condições e parou em Fábio, na sequência do lance, mais uma finalização do Atlético-GO na direção do gol, a sorte para o Fluminense foi que Caio Paulista apareceu em cima da linha e tirou a bola.

Em uma última tentativa, Diniz colocou mais dois atacantes. John Kennedy e Alexandre de Jesus entraram nas vagas de Germán Cano e Manoel. No entanto, apesar da coragem do treinador do Fluminense e de algumas chances criadas por John Kennedy e Luiz Henrique, o placar não foi alterado e o Atlético-GO conquistou a sua primeira vitória fora de casa na Série A.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0 X 2 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira (SP).
Renda / Público: R$ 695.430,00 / 25.745 pagantes (27.859 presentes).
Cartões Amarelos: Samuel Xavier, Arias e André (Fluminense); Hayner e Baralhas (Atlético-GO).
Cartão Vermelho: David Braz (Fluminense).
Gols: Jefferson, aos 34; e Wellington Rato, aos 45 minutos do primeiro tempo.

FLUMINENSE: Fábio; Samuel Xavier, Manoel (Alexandre Jesus), David Braz e Cris Silva (Caio Paulista); Wellington (Nathan), André e Arias; Luiz Henrique, Germán Cano (John Kennedy) e Willian (Felipe Melo). Técnico: Fernando Diniz.

ATLÉTICO-GO: Ronaldo; Hayner (Edson Fernando), Ramon Menezes, Edson e Jefferson; Baralhas (Shaylon), Marlon Freitas e Jorginho (Rickson); Wellington Rato, Churín (Airton) e Luiz Fernando (Léo Pereira). Técnico: Jorginho Campos.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: