EM BRASÍLIA

Filiação de Eduardo Leite ao PSD para concorrer à Presidência já é dada como certa

A filiação de Eduardo Leite (PSDB), governador do Rio Grande do Sul, ao PSD para concorrer à presidência já é dada como certa, tanto entre tucanos como membros do partido de Gilberto Kassab.

O anúncio deve ser feito nas próximas semanas e depende apenas do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), até então presidenciável do partido, que deve oficializar sua candidatura ao parlamento novamente – a janela partidária vai de 3 de março a 1º de abril.

Kassab e Leite estiveram reunidos na última segunda-feira (14), em São Paulo, quando o dirigente fez a proposta. Enquanto a sensação no PSDB é de “decepção”, o clima do PSD é de “entusiasmo”, publica a Folha de S. Paulo.

Aliados tucanos lamentam a saída do governador do partido, vendo prejuízo à sua carreira política. Eles também se queixam de não terem sido ouvidos no que avaliam como um “movimento brusco” de Leite.

A assessoria de Leite informou que ele não comentaria.

Kassab já afirmou que o governador se encaixa no perfil de candidato a presidente que o partido deseja.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Leia o QR Codes e tenha a Rádio JN a um clique no seu smartphone Android

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu iPhone

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu smartphone Android

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: