NITEROIMAIS

Revista Eletrônica de Niterói

Filhos de Cid Moreira pedem na justiça interdição do pai e prisão da madrasta

Rodrigo Radenzev Simões Moreira e Roger Moreira, filhos de Cid Moreira, ex-apresentador do “Jornal Nacional” que está com 93 anos, entraram com uma ação no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) nesta terça-feira (20) pedindo a interdição do pai e a prisão da madrasta, Fátima Sampaio de 58 anos. A informação foi divulgada pelo jornal “Folha de São Paulo”, que teve acesso ao processo.

Na ação, os filhos dizem que Cid Moreira é uma “pessoa idosa, senil e que tem problemas psiquiátricos ocasionados pela idade” e acusam Fátima de “depenar totalmente o idoso, em puro estelionato senil, apropriação indébita e formação de quadrilha”.

Segundo Roger e Rodrigo, a madrasta estaria transferindo o patrimônio do locutor para familiares dela. Eles pedem bloqueios de bens, revisão das contas bancárias e acusam Fátima de ser responsável pelas últimas atitudes do pai, que já comunicou a ao menos um dos filhos que iria deserda-lo, tirando-o do testamento.

Segundo o advogado Ângelo Carbone, contratado pelos filhos de Cid Moreira, foi aberta ainda uma ação penal, que está em andamento no Ministério Público, pedindo a prisão provisória de Fátima Sampaio.

“Diante da gravidade dos fatos e da tentativa da querelada em tentar mudar provas, contatar testemunhas, que seja decretada a prisão provisória da mesma por 30 dias, prorrogando-se até que tudo seja apurado ou surja uma preventiva”, diz a solicitação.

“Os dois filhos do Cid Moreira me procuraram porque estão preocupados com o pai. O pai está passando por um momento muito difícil. Ele tem 93 anos e a impressão que dá é que ele está sendo usado. Estão tirando todo o patrimônio e eu vou buscar o Ministério Público, a Justiça, a Policia, o Juizado da Família e principalmente a Delegacia do Idoso para que supram essa situação difícil que o pai está passando. Estou bloqueando todos os bens e estou pedindo é Justiça”, disse o advogado à imprensa.

A ação de interdição com tutela de urgência foi registrada na Vara de Família e Registro Civil da Comarca de Petrópolis, já que Cid Moreira reside em uma mansão em Itaipava, cidade vizinha.

%d blogueiros gostam disto: