Estado

Estado do Rio de Janeiro mantém bandeira amarela para a covid

O Mapa de Risco da Covid-19, publicado hoje (25) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) do Rio de Janeiro, revela que o estado permanece com bandeira amarela, o que significa classificação de baixo risco para a doença.

A comparação entre a sétima semana epidemiológica (SE 07) deste ano, compreendida entre 13 e 19 de fevereiro, com a quinta semana (SE 05), de 30 de janeiro a 5 de fevereiro, aponta que sete regiões fluminenses permanecem em bandeira amarela: Médio Paraíba, Serrana, Norte, Metropolitana I, Metropolitana II, Baixada Litorânea e Baía da Ilha Grande. A região centro-sul continua classificada em bandeira laranja, com risco moderado, enquanto a região noroeste se mantém em bandeira vermelha, de risco elevado.

O número de internações caiu de 788, na SE 05, para 120, na SE 07. Do mesmo modo, os óbitos tiveram redução de 487, na SE 05, para 159, na SE 07. Os indicadores apontam que, no período de 15 a 22 de fevereiro, a taxa de positividade para SARS-CoV-2 em testes RT-PCR realizados em unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) no estado foi de 25%. Ontem (24), a taxa de ocupação de leitos para covid-19 estava em 45,6% para UTI e 27,5% para enfermaria.

Atenção

O secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe, informou que a Secretaria de Saúde se mantém atenta aos indicadores da doença e ao cenário epidemiológico, especialmente nas regiões noroeste e a centro-sul, que ainda não acompanham o mapa do estado. “Percebemos a consolidação da redução de casos causados pela variante Ômicron, além da queda sustentada de óbitos e internações por covid-19”, disse Chieppe.

Nesta edição do Mapa de Risco, 78 dos 92 municípios fluminenses estão classificados com bandeira amarela e 14 municípios com bandeira vermelha. Embora a região centro-sul esteja com bandeira laranja, todos os municípios desta região foram classificados com bandeira amarela. De acordo com a SES, isso ocorreu porque dois municípios tiveram um óbito a mais cada um na comparação entre as semanas epidemiológicas analisadas, enquanto outros três municípios mantiveram o mesmo número de óbitos. No acumulado da região, houve um aumento de 30% de óbitos, refletindo a variação de 13 óbitos, na SE 07, comparada com 10 óbitos, na SE 05.

Segundo a secretaria, as cores das bandeiras representam os níveis de risco e os respectivos conjuntos de recomendações de isolamento social, variando entre as cores roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo). Os resultados apurados para os indicadores apresentados auxiliam o governo do estado na tomada de decisões, sinalizando ainda a necessidade de adoção de medidas restritivas, de acordo com o nível de risco de cada localidade, explicou a SES.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Leia o QR Codes e tenha a Rádio JN a um clique no seu smartphone Android

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu iPhone

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu smartphone Android

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: