ECONOMIA & NEGÓCIOS

Energia solar no Brasil já equivale a potência  de 2,5 usinas de Itaipu

O Brasil ultrapassou nesta segunda-feira (13) a marca de 35 gigawatts (GW) de capacidade instalada da fonte solar fotovoltaica, somando as usinas de grande porte (centralizadas) e os sistemas de geração própria de energia em telhados, fachadas e pequenos terrenos (geração distribuída). O marco equivale a 15,9% da matriz elétrica do país, de acordo com dados da Agência Nacional de Energia (Aneel) consolidados pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar). Também representa duas vezes e meia a capacidade instalada ( potência) da hidrelétrica de Itaipu, que é de 14 gigawatts (GW).

Segundo a Absolar, desde 2012, a energia solar trouxe mais de R$ 170 bilhões em investimentos para o país, gerou mais de R$ 47,9 bilhões em arrecadação fiscal e proporcionou a criação de mais de 1 milhão de empregos. Além disso, contribuiu para evitar a emissão de 42,8 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade.

“Finalmente, o Brasil acordou para a energia solar e seus benefícios. Aproveitar uma fonte de energia limpa e barata ajuda no processo de transição energética do país, além de estimular a diversificação do suprimento de eletricidade, reduzindo a pressão sobre os recursos hídricos e o risco de ainda mais aumentos na conta de luz da população”, disse em nota o presidente do Conselho de Administração da Absolar, Ronaldo Koloszuk.

Energia solar avança no setor elétrico

De fato, a expansão da fonte solar tem contribuído para o avanço do setor elétrico no Brasil. De acordo com dados da Agência reguladora, para 2024, estão previstos 10,8 GW de potência para entrar em operação. Desse total, 6,1 GW têm origem na fonte solar.

Em usinas solares de grande porte, o Brasil atingiu cerca de 10,6 GW de potência instalada. Desde 2012, essas grandes usinas contribuíram com aproximadamente R$ 47,6 bilhões em novos investimentos e mais de 318,8 mil empregos acumulados, além de proporcionarem uma arrecadação aos cofres públicos que supera R$ 16,7 bilhões.

No segmento de geração distribuída de energia, o Brasil possui 24,4 GW de potência instalada da fonte solar, representando aproximadamente R$ 122,5 bilhões em investimentos, R$ 31,2 bilhões em arrecadação e mais de 730,8 mil empregos acumulados desde 2012. A tecnologia solar é utilizada atualmente em 99,9% de todas as conexões de geração distribuída no país. (Valor Econômico)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo