NITEROIMAIS

Revista Eletrônica de Niterói

Em ato puramente político, Governador Claudio Castro, tira a gestão do Niterói Presente da Prefeitura de Niterói

Se o Estado fosse bom gestor da Segurança, não precisaria existir o Niterói Presente.

POR UMA REELEIÇÃO, OS COLETES LARANJA VÃO VIRAR AZUL

O Governo do Estado do Rio de Janeiro  encerrou na última terça-feira (31), o convênio do programa Niterói Presente . Isso porque a iniciativa passará a ser de responsabilidade do governo estadual, que vai lançar nesta sexta-feira (3) o Segurança Presente Niterói. O patrulhamento, de acordo com o Executivo Fluminense, vai continuar com o mesmo número de agentes e será expandido para Pendotiba.

O fim da parceria entre a Prefeitura de Niterói e o governo do estado para manter o Niterói Presente nas ruas — o que não significa o fim patrulhamento dos coletes laranjas, mas a história deu pano para manga.

O anúncio foi dado pelo prefeito Axel Grael (PDT), que informou seus seguidores sobre o fim do convênio. Ele garantiu, no entanto, que os recursos municipais que vinham sendo investidos no programa serão redirecionados a outras ações do Pacto Niterói contra a Violência.

E Cláudio Castro (PL), ao explicar nas redes que agora todo o custo será bancado pelos cofres fluminenses, adotou um tom belicoso.

Chamando a confusão de “fake news”, e garantindo que a presença policial será estendida, ele escreveu:

“Tudo será custeado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro. Talvez por isso estão espalhando desinformação por aí. Vou reforçar: são mentirosas as afirmações divulgadas por políticos desde ontem sobre a interrupção dos serviços de segurança que o Estado mantém há quatro anos”.

 

%d blogueiros gostam disto: