ARQUIBANCADA

Desafio Solar Brasil começa em Niterói com 14 equipes de vários estados

Começou nesta quarta-feira (16), em Niterói, mais uma etapa do Desafio Solar Brasil (DSB), uma competição de barcos movidos a energia solar, que reúne estudantes. técnicos e professores com equipes de diversos estados brasileiros. O dia de hoje foi dedicado para que os participantes realizassem testes de provas, aclimatação e ajustes dos barcos.A partir de amanhã (17), as competições acontecem às 10 e 16 horas, quando os barcos serão colocados na água para início das avaliações de melhor performance. O evento começou no Dia Nacional de Conscientização das Mudanças Climáticas e termina no dia 22, Dia Mundial da Água. Até lá, diversos eventos, palestras e rodas de conversa sobre sustentabilidade serão realizadas além de show intimistas com artistas de Niterói.

O Desafio Solar está sendo realizado pela Prefeitura de Niterói, por meio da Secretaria do Clima, e é um projeto de extensão da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Niterói está sediando uma das etapas do Brasileiro.

O evento foi aberto pelo prefeito de Niterói, Axel Grael, pelo o secretário do Clima Luciano Paez, e Walter Suemitsu, coordenador geral do projeto e Decano do CT/UFRJ, entre outras autoridades.

“Niterói é uma cidade com mais de 50% de áreas de conservação. A sustentabilidade é o nosso caminho .Temos tradição e somos referência nessa área e como cidade inteligente . É de extrema importância realizarmos esse evento na cidade pois mostramos mais de perto para a população a importância hoje para o mundo da utilização da energia solar. Estamos em um ponto de evolução que todos os mecanismos nos mostram que é muito possível a substituição de elementos, num caminho totalmente sustentável.  Em Niterói temos um Médico de Família com prédio  sustentável com energia solar.Esse evento integra sustentabilidade e tecnologia .Competições  assim mostram isso para outras gerações .A energia solar já faz parte do cotidiano das pessoas hoje em dia . O futuro é sustentável  ” observou o prefeito Axel Grael, reiterando que o município continuará apoiando projetos e eventos deste porte.

As 14 equipes começaram o dia saindo da Ilha do Fundão no Rio de Janeiro em barqueata em direção à Praça do Radioamador, em São Francisco, onde foram montadas as baias para a competição. O secretário municipal do Clima de Niterói, Luciano Paez, afirma que o Desafio Solar Brasil interdisciplinar chama a atenção para a importância da utilização de energia limpa e sustentável e baixa utilização de carbono no dia a dia.

“Começamos o evento em um dia emblemático, que chama a atenção para as mudanças climáticas, e a competição será finalizada também em uma data importante, que chama a atenção sobre a água. Essas iniciativas são necessárias para chamarmos a atenção do quanto precisamos trabalhar pela preservação e sustentabilidade e que o planeta precisa urgente desta mudança de mentalidade “observou Luciano Paez.

Os barcos são construídos especificamente para essa competição, que terá como ponto de concentração a Praça do Radioamador. Segundo os organizadores, 14 equipes estarão competindo para descobrir quem tem o melhor desempenho e domínio sobre a montagem e construção de embarcações movidas a energia solar, estratégias de competição, organização e gerenciamento energético.

“Esse apoio que a Prefeitura de Niterói, por meio da Secretaria do Clima, dá para o evento é muito importante. Isso coincide com a retomada das atividades presenciais dos estudantes. Esse evento não é só uma competição de barcos. É uma forma de também divulgarmos a ideia de sustentabilidade, a questão da geração com painéis solares. É importante também para os alunos que aprendem a montar os barcos e resolverem problemas”, destacou Walter Suemitsu, coordenador geral do projeto.

Hoje a roda de conversa  foi sobre  Energia e tecnologia de embarcações, com: Rafael Coelho (Tide Wise); André Araújo (UFF); Gustavo Leal (DSB); Lars Grael, velejador, e Walter Suemitau (UFRJ).
Outras atividades – O evento conta também com o apoio da Fundação de Arte de Niterói (FAN) e da Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur) que montou um CAT (Centro de Atendimento Turístico), além de um tour com os participantes até a trilha do platô, no Parque da Cidade.

Quem for ao evento no dia 19, poderá se inscrever no CAT da Neltur, para participar de um EcoTur no dia 21, saindo da Praça do Rádioamador indo até a trilha dos Platôs, no Parque da Cidade. Este EcoTur será realizado por duas vans que levarão grupos formados por até 20 pessoas, nos horários de 9h e outro 11h.

Programação de eventos paralelos:

Rodas de conversas:

Dia 17 – Mudanças climáticas e recursos hídricos: Christiane Bernardo (Presidente do Comitê da Região Hidrográfica da Baía de Guanabara); Samuel Gonçalves (Confederação Brasileira de Vela); Francisca Dalila Menezes Vasconcelos, Analista de planejamento e gestão do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor – Fortaleza-CE), e Marcos Freitas (VIG/UFRJ).
Dia 18 – A importância da Educação Climática: Vinícius Wu (Secretário de Educação de Niterói); Luciano Paez (Secretário do Clima de Niterói); Sergio Besserman (Professor da PUC, coordenador estratégico do Climate Reality Project Brasil, curador de clima e sustentabilidade do Museu do Amanhã).
Dia 19 – A Década dos Oceanos e eventos extremos: Eduardo Bulhões (UFF); Paulo Hargreaves (UFRJ); Cel Walace (Secretário Municipal de Defesa Civil e Geotécnica de Niterói).
Dia 20 – Uso Sustentável dos Territórios: Walter Plácido Teixeira Júnior (Lavoro); Dayse Monassa (Secretária Municipal de Conservação e Serviços Públicos de Niterói); Luciano Paez (Secretário do Clima de Niterói).
Dia 21 – Meio Ambiente e Resíduos: Luiz Fróes (presidente da Companhia Municipal de Limpeza Urbana de Niterói – Clin); Rafael Robertson (Secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade de Niterói); Ricardo Bonfin (Enel); Luciano Paez (Secretário do Clima de Niterói).

Todos os dias, às 18h, músicos da cidade se apresentarão de uma forma mais intimista (voz e violão), com a seguinte programação gratuita:

17/03 – Rodrigo Chaudon
18/03 – David Emannuel
19/03 – Vini Arouca
20/03 – Gê Amora
21/03 – Davi Damasceno com Marcelo Banana
22/03 – Eduardo Camacho

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: