Brasil Destaque

Consulta sobre saque extraordinário do FGTS começa nesta sexta-feira (8)

A Caixa Econômica Federal lança, nesta sexta-feira (8), consulta dos dados para o saque extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). O banco atualizou o aplicativo do FGTS para que os trabalhadores com direito ao saque verificarem a data prevista para o recebimento, o valor que será creditado e realizar a inclusão de informações cadastrais para criação da conta poupança social digital.

Será possível fazer o saque de até R$ 1 mil do fundo entre 20 de abril e 15 de junho.

Os trabalhadores também podem verificar se têm ou não direito a receber os valores pelo site fgts.caixa.gov.br.

De acordo com a Caixa, com a nova versão do aplicativo, o trabalhador poderá, ainda, informar que não deseja realizar o saque extraordinário do FGTS. Neste caso, o débito não será realizado na conta.

O banco destaca que, caso o crédito dos valores tenha sido feito e a conta não seja movimentada até 15 de dezembro de 2022, os recursos serão retornados à conta do FGTS, devidamente corrigidos e sem nenhum prejuízo ao trabalhador.

Saque extraordinário
O governo federal publicou em18 de março uma medida provisória que autoriza a liberação do saque extraordinário do FGTS aos trabalhadores com contas ativas ou inativas.

A Caixa comunicou que não estarão disponíveis para saque os valores que estiverem bloqueados na conta do FGTS, como garantia de operações de crédito de antecipação do Saque Aniversário, por exemplo.

Confira o calendário de saque abaixo:

Nascidos em janeiro recebem em 20/04 (quarta-feira)
Nascidos em fevereiro recebem em 30/04 (sábado)
Nascidos em março recebem em 04/05 (quarta-feira)
Nascidos em abril recebem em 11/05 (quarta-feira)
Nascidos em maio recebem em 14/05 (sábado)
Nascidos em junho recebem em 18/05 (quarta-feira)
Nascidos em julho recebem em 21/05 (sábado)
Nascidos em agosto recebem em 25/05 (quarta-feira)
Nascidos em setembro recebem em 28/05 (sábado)
Nascidos em outubro recebem em 01/06 (quarta-feira)
Nascidos em novembro recebem em 08/06 (quarta-feira)
Nascidos em dezembro recebem em 15/06 (quarta-feira)
Caso não queira receber o Saque Extraordinário do FGTS
O trabalhador poderá indicar que não deseja realizar o saque extraordinário do FGTS. Nesse caso, ele deverá acessar o Aplicativo FGTS ou se dirigir a uma das agências do banco para informar que não quer receber o crédito.

Após a realização do crédito na Conta Poupança Social Digital, o trabalhador pode, ainda assim, optar por desfazer o crédito automático, por meio dos mesmos canais, até 10 de novembro de 2022.

Caso o crédito dos valores tenha sido feito na Poupança Social Digital do trabalhador e essa conta não seja movimentada até 15 de dezembro de 2022, os recursos serão retornados à conta do FGTS, devidamente corrigidos e sem nenhum prejuízo ao trabalhador.

Como consultar valores e sacar o FGTS
O trabalhador tem três caminhos para consultar seu saldo do FGTS: SMS, correspondência ou pelo aplicativo para smartphone.

A Caixa envia uma carta com as informações a cada dois meses para o endereço residencial cadastrado do trabalhador. Para receber o SMS, é necessário aderir ao serviço via aplicativo. Também é possível pedir a informação pelo 0800 726 01 01.

No aplicativo, o usuário deverá clicar em “continuar”, assim que aparecer a mensagem: “FGTS deseja usar caixa.gov.br para iniciar sessão”.

O próximo passo é informar o CPF na área de login do site da Caixa. Em seguida, é solicitado uma senha, a mesma usada para entrar no caixa.gov.br e usufruir dos outros serviços do banco.

Caso o usuário não lembre a senha, basta clicar na opção “esqueci a senha”. Será requerido o número do CPF novamente e, após informá-lo, um e-mail será enviado para recuperação da senha.

É possível que o sistema peça mais informações ao usuário, como número de celular ou CEP.

Após essa etapa, o usuário poderá ter que confirmar mais informações, como em que empresas trabalhou, ano de ingresso e município em que reside ou já residiu.

Após confirmar as informações, o usuário poderá conferir os valores depositados pela empresa atual ou pela última empresa em que trabalhou.

Depois da consulta, o usuário poderá solicitar o valor a ser transferido para sua conta.

Ele deve indicar uma conta de sua titularidade, seja da Caixa ou de qualquer outro banco e instituição bancária.

No caso de ter sido desligado de uma empresa sem justa causa, o montante fica disponível na conta informada em até 5 dias úteis.

O trabalhador poderá ainda fazer upload de documentos, além de acompanhar as etapas entre a solicitação e a liberação dos valores para o saque.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: