EM BRASÍLIA

Conselho da Petrobrás impõe derrota a Bolsonaro

O Conselho de Administração da Petrobras não aceitou a troca imediata no comando da empresa anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). Após uma longa reunião nesta quarta-feira (25), o conselho decidiu que o nome de Caio Paes de Andrade será submetido ao processo de governança interna da empresa pública. Isso quer dizer que o indicado pelo presidente terá de tramitar por uma longa avaliação do Comitê de Pessoas da Petrobras.

De acordo com o blog da jornalista Ana Flor, do portal G1, os conselheiros também determinaram que o governo envie os nomes dos conselheiros que devem ocupar os novos assentos no Conselho. A partir dos novos nomes é que será realizada uma Assembleia Geral da empresa. Como o governo é o acionista majoritário, ele possui a maioria das vagas.

Entre a apresentação dos novos conselheiros e a realização da Assembleia, a empresa deve esperar em torno de 30 dias. Essa manobra fará que o novo presidente da empresa indicado pelo governo Bolsonaro não assuma o comando da Petrobras antes do mês de julho.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: