NITEROIMAIS

Revista Eletrônica de Niterói

Com menos viaturas e sem câmeras do CISP, assim começa o Segurança Presente em Niterói

A nova operação Segurança Presente não irá manter a parceria com o Centro Integrado de Segurança Público (Cisp), da Prefeitura de Niterói. A ideia é deixar de usar a estrutura da Prefeitura de Niterói e centralizar a operação com o Centro Integrado de Comando e Controle, do Governo do Estado.

As estratégias de policiamento também mudaram. Pela manhã, as blitzes de motocicletas em pontos regulares, como as ruas Noronha Torrezão e Geraldo Martins já não foram realizadas. O Governo ainda não informou as prioridades de ação, mas está apostando na publicidade para contornar as críticas ao rompimento abrupto do convênio que garantia o Niterói Presente.

O Governo do Estado realizou, nesta sexta, a cerimônia para marcar o início da nova fase do programa Segurança Presente em Niterói, evento que aconteceu no 12º BPM.

Política e só Política

A mudança tem como pano de fundo a disputa eleitoral de 2022. Cláudio Castro tenta capitalizar o sucesso da iniciativa da Prefeitura de Niterói  e fortalecer a imagem de seu governo dentro dos municípios. O caso de Niterói é mais específico, porque o Niterói Presente carregava até as cores da Prefeitura de Niterói e ficou ligado à gestão de Rodrigo Neves, seu futuro oponente .

 

%d blogueiros gostam disto: