QUAL É A BOA TV

Com CNN Soft, CNN Brasil quer expandir o público

A CNN Brasil anunciou nessa quarta-feira, 1, o lançamento da CNN Soft, marca voltada para a produção de conteúdo de entretenimento e soft news dentro do canal da emissora. Com programação exclusiva centrada na grade de final de semana, a estratégia engloba programas novos e já existentes da CNN Brasil mantendo o DNA da marca mãe: a informação. Como parte importante da estratégia de apresentação e construção de marca,  a CNN Soft surge com um perfil exclusivo nas plataformas digitais e tem planejamento de expansão para projetos multiplataforma.

Segundo Renata Afonso, CEO da CNN Brasil, a ideia já estava pré-concebida antes mesmo de assumir o cargo na emissora, em abril deste ano. A executiva explica que a marca nasceu de uma carência por parte do público e do mercado em relação ao tipo de conteúdo mais leve que se propõe a oferecer. “Tem a CNN Brasil, que fornece o hard news, que é o nosso core principal e o projeto e investimentos em hard news continuam “, salienta a CEO, reafirmando a necessidade da criação de uma nova marca para a entrega de um outro tipo de experiência, voltada para temas como turismo, gastronomia, celebridades, entre outros.

Apostando em figuras conhecidas nas redes sociais, a CNN Soft contará com programas estrelados por nomes como Mari Palma e Phelipe Siani no programa “Em Alta CNN”, que se propõe a fazer uma curadoria inteligente de conteúdo disponível nas principais plataformas de streaming de áudio e vídeo; e da advogada Gabriela Prioli, à frente do “À Prioli”, programa de entrevistas que irá revelar lados desconhecidos de celebridades ao público. Nesse sentido, Leandro Karnal, passa a apresentar o “Universo Karnal”, um programa que pretende provocar reflexões e faz conexões inusitadas com a vida real.

Além disso, a nova marca será a assinatura da primeira produção internacional do veículo. Batizado de “Entre Mundos” e estrelado pelo jornalista Pedro Andrade, o programa está sendo gravado nos Estados Unidos e mostrará o lifestyle de comunidades ao redor do mundo. Conteúdos já exibidos atualmente, como o “CNN Viagem & Gastronomia”, com Daniela Filomeno; o “CNN Sinais Vitais”, com Dr. Roberto Kalil; “Produções Especiais”, com Glória Vanique; “CNN Nosso Mundo”, com Luciana Barreto, Lia Bock, Rita Wu e Thais Herédia; e “Anthony Bourdain”, com André Mifano, também farão parte da programação da nova marca.

Ainda que os programas estejam, inicialmente, inseridos dentro da programação do canal, a CEO diz que os formatos poderão se desdobrar para demais plataformas à medida em que houver a necessidade, com conteúdos em vídeo e podcast, por exemplo. “Nenhum produto nasce aqui dentro da CNN sem uma visão multiplataformas”, diz Renata.

Em relação à estratégia comercial da CNN Brasil com a nova marca, Renata Afonso explica que o lançamento abre portas para novos anunciantes que queiram ter suas marcas associadas a um conteúdo mais leve e se relacionar com a audiência em um momento diferente do consumo das hard news. De acordo com a CEO, a movimentação faz parte de uma estratégia de atender aos anseios do mercado publicitário e dos próprios anunciantes, ressaltando que ela já identificava demandas do segmento de produtos com o perfil da CNN Soft.  “Em momento algum abrimos mão da nossa essência. Então, a essência da CNN é o hard news e a informação agora embalada no soft news. […]  Quanto mais ofertas de produto tivermos para comunicar para nossa audiência e trazer oportunidades para os nossos anunciantes, eu acho que será mais rico para todo mundo”, acrescenta Renata.

Publicações do autor

Tags

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: