DESTAQUE NITERÓI

Clínica popular funcionará no Hospital Santa Cruz, em Niterói

banner

Atendimento ambulatorial funcionará em um dos prédios do antigo hospital Santa Cruz a partir do próximo dia 12 de março
Depois de quatro anos com as portas fechadas devido às suas dívidas milionárias, o Hospital Santa Cruz, no Centro, vai reabrir suas portas no próximo dia 12 de março. Pelo menos parte dele. Isso porque a Sociedade Portuguesa de Beneficência de Niterói (SPBN), entidade que administra a unidade hospitalar, já alugou um de seus oito espaços adjacentes para uma empresa que iniciará a instalação de um centro médico no local, a nova “Policlínica de Niterói”.
O local será destinado ao atendimento ambulatorial e, segundo o diretor da associação, Vinícius Nery, também para a realização de variados exames e serviços laboratoriais, que ainda serão detalhados posteriormente. Além de atender pacientes particulares, a policlínica também atenderá, gratuitamente, os associados da SPBN, em uma espécie de contrapartida a estes por conta do tempo em que a unidade hospitalar esteve paralisada.
“Precisamos reiterar que não é o Hospital Santa Cruz que está reabrindo. Trata-se de uma empresa que alugou um espaço, em uma tentativa nossa de reconstrução da entidade. Parte da verba adquirida com o aluguel do espaço será revertida ao atendimento totalmente gratuito aos associados”, disse Nery, acrescentando que a outra parte dos recursos adquiridos com o aluguel será destinada a um plano especial para pagamento de dívidas trabalhistas aos ex-funcionários do Hospital Santa Cruz.
Até o momento, a entidade não recebeu nenhuma proposta concreta para o aluguel dos outros sete prédios adjacentes. A diretoria pretende ainda fazer acordos independentes para cada um dos demais espaços, mas também não descarta a cessão de mais de um prédio para uma mesma empresa.
Também ainda não existe previsão para que o Hospital Santa Cruz, que possui cerca de 300 associados ativos, volte a operar com seus próprios recursos. A unidade hospitalar possui um patrimônio de R$ 200 milhões e uma dívida de aproximadamente R$ 130 milhões, sendo 20% desta referente a débitos trabalhistas.
Novas eleições – O atual diretor também adiantou que não será candidato à reeleição da diretoria da SPBN, que ocorre na segunda quinzena de março, em data ainda a ser definida. Ele disse também que está à procura de um sucessor para dar continuidade ao projeto de reconstrução do hospital.
“Ainda será agendada a data da eleição, no entanto, posso adiantar que estou em busca de algum associado para me substituir para essa nova gestão. Nosso grupo participará das eleições, mas estamos em busca de novos nomes também. As coisas estão clareando e me sinto com o dever cumprido, porque foi e está sendo um trabalho operacional muito árduo e difícil ao longo desses dois anos de gestão”, concluiu Vinícius Nery.

Posts Relacionados

Asfalto Liso 2 é retomado no Fonseca

REDAÇÃO

Delegada é mantida refém com a família em Niterói

REDAÇÃO

49 pontos de imunização em Niterói estarão abertos das 8h às 17h, no início da vacinação fracionada

REDAÇÃO

Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Assumimos que você esteja de acordo com isso, caso contrário você pode fazer opt-out if se desejar. Aceito Leia Mais