Connect with us

NOTÍCIAS

Claro, Vivo e TIM garantem licenças para 5G, e país ganha 2 novas operadoras

Published

on

As operadoras Claro, Vivo e TIM arremataram três lotes na faixa de 3,5 GHz, o principal do leilão da tecnologia móvel 5G, realizado hoje (4) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A Winity II Telecom levou a frequência de 700 MHz, e como é uma empresa ainda não detentora de faixa de radiofrequência, o Brasil terá uma nova operadora móvel com abrangência nacional.

O leilão começou nesta quinta-feira e deve terminar só amanhã (5). Ainda serão analisadas as propostas para as faixas de 2,3 GHz e de 26 GHz.

As frequências têm finalidades específicas e em cada faixa as empresas dão os lances em lotes diferentes. Os lances vencedores na faixa de 3,5 GHz foram: R$ 338 milhões (ágio de 5,18%, valor acima do mínimo previsto no edital) da operadora Claro para o lote B1; R$ 420 milhões (ágio de 30,69%) da Vivo para o lote B2; e R$ 351 milhões (ágio de 9,22%) da TIM para o lote B3.

O edital previa ainda um quarto lote na faixa de 3,5 GHz, com abrangência nacional, mas não houve lance. O direito de exploração das faixas será de até 20 anos.

As empresas vencedoras têm compromissos de investimento definidos pelo Ministério das Comunicações e aprovadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e pela Anatel. O objetivo das contrapartidas é sanar as deficiências de infraestrutura, modernizar as tecnologias de redes e massificar o acesso a serviços de telecomunicações do país.

Advertisement

Entre os compromissos estão migrar o sinal da TV parabólica para liberar a faixa de 3,5GHz para o 5G, arcando com os custos; construir uma rede privativa de comunicação para a administração federal; instalar rede de fibra óptica, via fluvial, na Região Amazônica; levar fibra óptica para o interior do país; e disponibilizar o 5G em todos as capitais até julho de 2022.

Faixa de 700 MHz

A Winity II Telecom ofereceu o maior lance, R$ 1,427 bilhão na primeira faixa a ser leiloada, de 700 MHz, de abrangência nacional. O valor pago é 805% superior ao mínimo exigido.

A operadora tem direito à exploração do serviço por 20 anos, que pode ser prorrogado, e prevê o cumprimento da obrigação de construir infraestrutura de cobertura 4G em 625 localidades do país que não têm acesso à internet e em 31 mil quilômetros de rodovias federais.

O 5G é uma nova tecnologia que amplia a velocidade da conexão móvel e reduz a latência, permitindo novos serviços com conexão com segurança e estabilidade, que abrem espaço para o uso de novos serviços em diversas áreas, como indústria, saúde, agricultura e na produção e difusão de conteúdos.

O leilão tem valor de arrecadação total previsto de cerca de R$ 50 bilhões, caso todos os lotes sejam arrematados. Desse total, R$ 10 bilhões serão em outorgas para o governo e os outros R$ 40 bilhões serão utilizados pelas empresas nas obrigações estabelecidas.

Advertisement

MUNDO VERDE

Acordo de cooperação climática entre Niterói e Rio é destaque em conferência da Unesco

Published

on

O acordo de cooperação entre as cidades de Niterói e do Rio de Janeiro, assinado em outubro do ano passado, para o cumprimento de uma agenda única de combate à emergência climática é fundamental para a boa gestão dos recursos hídricos nos dois municípios. O prefeito de Niterói, Axel Grael, destacou a relevância da aliança ao participar, nesta sexta-feira (14), de forma remota, da II Conferência Internacional sobre Água, Megacidades e Mudança Global, organizada pela Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura. O evento online reuniu, em quatro dias, cerca de dois mil participantes, entre prefeitos, governadores e lideranças de vários continentes, para debater os desafios que as megacidades enfrentam e as estratégias para enfrentar os efeitos das mudanças climáticas e fortalecer a troca de expertises no campo específico da água.

Axel Grael participou da conferência da Unesco também como representante do Rio de Janeiro. O acordo de cooperação estabelece que os dois municípios vão atuar como uma megacidade e de forma conjunta em ações e planos relacionados a pesquisas, soluções técnicas, educação ambiental, informação e políticas públicas relacionadas à gestão hídrica e mudanças climáticas. O acordo entre Niterói e Rio de Janeiro foi assinado por Axel Grael e por Eduardo Paes, em outubro de 2021, no Museu do Amanhã, na capital fluminense.

Na conferência, Axel Grael destacou que Niterói e a capital dividem a Baía de Guanabara, um ecossistema que une 17 das 21 cidades da região metropolitana do Rio, a segunda maior do Brasil. “A atuação conjunta é fundamental para a gestão dos recursos hídricos e para evitar desastres como enchentes e deslizamentos de terra. Assim como vários estados do Brasil, o Rio de Janeiro também enfrenta problemas provocados pelas chuvas. O objetivo deste acordo de cooperação entre Niterói e a cidade do Rio é dividir políticas públicas. Temos que pensar em tecnologias e soluções baseadas na natureza”, afirmou Axel Grael.

Axel Grael disse que a conferência da Unesco reafirma Niterói como cidade referência em políticas públicas de sustentabilidade, com compromisso com as atuais e futuras gerações. “Precisamos estar preparados para saber lidar com os problemas que virão em consequência das mudanças climáticas, mas também como exemplo de cidades que influenciam outros municípios e outras regiões a aderirem a esse processo de transformação. É fundamental avançar no apoio às ações climáticas, com foco na gestão de recursos hídricos”, acrescentou Axel.

Advertisement

O prefeito de Niterói enfatizou que metade do território da cidade está em áreas de proteção ambiental e destacou os investimentos em ações sustentáveis e de preservação. Niterói é a primeira cidade do país a criar uma Secretaria do Clima e desenvolve projetos voltados para educação ambiental, preservação de parques e florestas, recuperação de lagos, iniciativas de reflorestamento, controle da emissão de gases de efeito estufa, saneamento, etc. Niterói pretende neutralizar as emissões de carbono até 2050.

Continue Reading

Católicos em Ação

A visita inesperada de Francisco a uma loja de discos no centro de Roma

O Papa era um antigo cliente da loja “Stereosound”, que fica perto do Panteão, no centro histórico da capital italiana. Durante 10 minutos, saudou a proprietária e abençoou o local, que foi recentemente reformado. E saiu de lá com um presente!

Published

on

Por volta das 19h locais, o Papa Francisco fez uma visita-surpresa a uma loja de discos localizada no centro de Roma, perto do Panteão.

Não se tratou de uma saída “aleatória” do Vaticano, pois o Pontífice era um antigo cliente do local, já que o frequentava quando ainda era arcebispo de Buenos Aires. Toda vez que vinha à capital italiana, Jorge Mario Bergoglio se hospedava próximo a “Stereosound”.

Entre discos de vinil de Maria Callas e Pink Floyd, Francisco abençoou a loja, que foi recentemente reformada. Tudo isso em cerca de 10 minutos, na presença também da filha e do genro da dona da loja, a senhora Letícia.

Ao sair, ganhou de presente um disco de música clássica. Todavia, a proprietária preferiu não fazer declarações e fechou a loja diante da multidão que se formou naquele momento. Letícia simplesmente afirmou que o Papa é “um cliente antigo” e que a visita desta terça-feira foi “belíssima” e “repleta de humanidade”.

Advertisement

As “surpresas” de Francisco

Não é a primeira vez que o Papa faz esse tipo de “surpresa”. Em 4 de setembro de 2015, foi a uma ótica, também no centro histórico de Roma, para trocar a armação de seus óculos. Em 21 de dezembro de 2016, o motivo foi ortopédico e a loja escolhida ficava desta vez mais próxima ao Vaticano.

Continue Reading

Negócios & Ideias

Pão de Açúcar faz leilão do que restou do Extra Hiper

Published

on

Após vender 70 lojas do Extra Hiper para o atacarejo Assaí por 5,2 bilhões de reais, o Grupo Pão de Açúcar está colocando em leilão milhares de itens remanescentes das unidades. Os bens podem ser arrematados até o dia 12 de janeiro, por meio de lances eletrônicos no site de leilões Superb

São 21 lotes, totalizando mais de 30 mil itens, pertencentes a diversas lojas do Extra Hiper nas regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste. Há opções de mobiliário, peças, produtos de segurança, infraestrutura, balcões, compressores, ar-condicionado, gôndolas, fogões industriais, bancadas, entre outros.

Os lances iniciais variam de 118,8 mil a 940,4 mil reais. De acordo com os organizadores do pregão, os bens são um atrativo para mercados de pequeno, médio e grande portes, além de investidores, empreendedores e pessoas interessadas em revenda. Para mais detalhes dos lotes e do leilão, basta acessar este link.

Antes de colocar equipamentos em leilão, o Extra Hiper já havia feito uma mega liquidação para queima de estoque.

Advertisement

Em outubro, o Grupo Pão de Açúcar anunciou que iria desativar a marca Extra Hiper – que tinha 103 lojas, das quais 71 vão virar atacarejos do Assaí e as demais vão ser transformadas em supermercados.

Das lojas a serem desativadas, mais da metade fica em municípios com mais de meio milhão de habitantes, enquanto 25 estão na capital paulista.

O fim do Extra Hiper é mais um passo de um movimento de despedida dos hipermercados no país, em especial nas grandes cidades.

Continue Reading

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

%d blogueiros gostam disto: