NITEROIMAIS

Revista Eletrônica de Niterói

Brasil volta às ruas contra o presidente Jair Bolsonaro

Milhares de manifestantes voltaram às ruas nas capitais em em centenas de cidades no Brasil e no exterior, neste sábado (24), para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro. Entre as reivindicações, estão o impeachment do presidente, celeridade no plano de vacinação e valor de R$ 600 de auxílio emergencial, que hoje varia entre R$150 e R$375. “Fora, Bolsonaro”, “Vacina no braço” e “Comida no prato” ecoaram na manifestação por todo o Brasil, em meio a denúncias de corrupção na compra de vacinas.

Rio de Janeiro

No Rio, a Avenida Presidente Vargas foi tomada por manifestantes, com a grande maioria usando máscaras de proteção e mantendo o distanciamento para evitar a proliferação da covid-19 conforme recomendaram os organizadores.

Salvador

Na capital baiana, também pela manhã, os participantes se reuniram na Praça do Campo Grande e, em seguida, saíram no sentido da Praça Principal. Eles gritavam palavras de ordem e exibiam faixas e cartazes.

Minas Gerais

Em Belo Horizonte, os manifestantes se reuniram na Praça da Liberdade, onde exibiram um boneco inflável gigante que fazia alusão ao presidente. Eles fizeram críticas ao uso do medicamento cloroquina no tratamento da doença.

Brasília

Na capital federal, a concentração acontece em frente ao Museu da República. De lá, a previsão é que os manifestantes sigam pela Esplanada dos Ministérios até o Congresso Nacional. As vias de acesso foram interditadas para veículos em ambos os sentidos.

São Paulo

Já em São Paulo, os manifestantes se concentraram na Avenida Paulista. O trânsito foi bloqueado nas proximidades do Museu de Arte de São Paulo. Os participantes gritaram palavras de ordem e exibiram faixas e cartazes, além de uma longa bandeira nas cores verde e amarelo.

%d blogueiros gostam disto: