ARQUIBANCADA Botafogo

Botafogo perde em casa contra o Goiás

Botafogo x Goias pelo Campeonato Brasileiro no Estadio Nilton Santos. 06 de Junho de 2022, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. Imagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Sendo proibido qualquer uso comercial, remunerado e manipulacao/alteracao da obra.

Botafogo perdeu a chance de entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro e adversário na parte de baixo da tabela, o Goiás. Cenário perfeito para uma vitória e embalar de vez na Série A. Mas, novamente, o Botafogo tropeçou em casa e desperdiçou mais uma chance de ficar entre os líderes. O Alvinegro até saiu na frente, com Cuesta, mas viu Pedro Raul sair do banco de reservas, marcar dois e virar o placar para o Esmeraldino.

O primeiro tempo foi conforme o esperado: o Botafogo tomando conta da partida, com a maior posse de bole, e o Goiás apostando no contra-ataque. A estratégia esmeraldina deu certo durante 46 minutos, quando o Alvinegro conseguiu furar o ferrolho e, após ótima cobrança de escanteio de Daniel Borges, Victor Cuesta subiu bonito para cabecear forte e abrir o placar, marcando o seu primeiro gol com a camisa do time carioca.

Mas, antes disso, aos 42, o Botafogo já havia chegado com perigo ao gol de Tadeu. Hugo cruzou para o meio da área, e Oyama se colocou entre os zagueiros para cabecear, mas sem a direção do gol. O jovem Hugo, inclusive, tava sendo a válvula de escape do time alvinegro. Na jogada seguinte, aos 44, ele recebeu na ponta esquerda, cortou para o meio e chutou de perna direita, tirando tinta da trave.

No segundo tempo, como o Goiás estava atrás no placar, precisou sair mais para o jogo. Inclusive, Jair Ventura colocou Apodi para fazer a transição defesa ataque ainda com mais velocidade. Aos dois minutos, entretanto, quem teve a primeira chance foi o Botafogo. Em lançamento de Cuesta para Erison, o atacante invadiu a área e finalizou de perna direita, à esquerda de Tadeu, levando perigo ao gol esmeraldino.

Aos dez, o Goiás quase empatou. Dadá Belmonte ganhou dentro da área de Kanu e finalizou de perna direita, com perigo, e a bola explodiu na trave. Mas, aos 28, eis que a “lei do ex” entra em cena no Nilton Santos. Após um excelente cruzamento de Fellipe Bastos, Pedro Raul subiu bonito e, de cabeça, empatou o duelo. O atacante, que entrou no sgeundo tempo, não comemorou por respeito ao Botafogo, clube que defendeu entre 2019 e 2020.

E a “lei do ex” apareceu novamente aos 38 minutos. Após contra-ataque, Vinicius tocou na medida para Pedro Raul, que finalizou sem chances para Gatito e virar o marcador. Depois disso, os torcedores presentes no Nilton Santos começaram a vaiar o time, sobretudo Patrick de Paula, que errou um passe no segundo gol esmeraldino.

O volante, que chegou com o status da contratação mais cara da história do Botafogo, enfrenta as primeiras vaias com a camisa alvinegra. Ao término da partida, os torcedores não perdoaram e xingaram e vaiaram os jogadores e o técnico Luís Castro.

O próximo duelo é na quinta-feira diante do Palmeiras, às 19h, em São Paulo, pela décima rodada do Brasileirão. Com 12 pontos, o Botafogo está na décima posição do Brasileirão e está há dois jogos sem vencer na competição (duas derrotas seguidas, contra Coritiba e Goiás).

Tags

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: