EM BRASÍLIA PAUSA PARA O CAFÉ POLÍTICA

Bolsonaro se irrita com afirmações de Weintraub

Uma vez aliados e até amigos, presidente e ex-ministro se encontram em momento tenso após reveladoras declarações concedidas por Weintraub nessa segunda-feira (17)

Abraham Weintraub, ex-ministro da Educação do governo Bolsonaro, confirmou nessa segunda (17) que o presidente tinha informações privilegiadas da Polícia Federal (PF).

Segundo ele, Bolsonaro soube antecipadamente que o ex-assessor, Fabrício Queiroz, seria alvo da operação Furna da Onça, que afetou seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), conforme noticiado.

O presidente está irritado com o posicionamento do ex-colaborador, e em conversa com atuais ministros, o comparou a outros antigos colegas de ministério que passaram a ser críticos do governo, como Luiz Henrique Mandetta (Saúde), Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral) e Carlos Alberto dos Santos Cruz (Secretaria de Governo).

Weintraub voltou no fim de semana ao Brasil para tentar articular sua candidatura ao governo de São Paulo, mesmo com Bolsonaro defendendo publicamente o nome do ministro Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura, para o posto.

No ano passado, Weintraub alfinetou Tarcísio, dizendo que a “linha de pensamento” dele é diferente: “Não é igual a minha e de meu irmão [Arthur Weintraub], porque nós somos conservadores, antisistema, não queremos ficar batendo papo furado com quem tem ligação com esquema de corrupção ou com quem prega o absurdo”, complementando que “estou aqui para defender os valores que acredito”, de acordo com reportagem de “O Globo”. (com agência Sputnik Brasil)

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Leia o QR Codes e tenha a Rádio JN a um clique no seu smartphone Android

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu iPhone

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu smartphone Android

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: