EM BRASÍLIA

Bolsonaro minimiza compra de Viagra pelas Forças Armadas: “É nada”

Em café da manhã promovido para receber pastores evangélicos nesta quarta-feira (13/4) no Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro (PL) justificou a compra de 35.320 comprimidos de Viagra para atender às Forças Armadas e declarou que o número “não é nada”. Segundo o mandatário, os medicamentos terão como destinação o combate à hipertensão arterial e às doenças reumatológicas.

Especialistas apontam dosagem inadequada
Especialistas ouvidos pelo portal g1 na terça-feira (12) afirmaram que, nas dosagens previstas na licitação das Forças Armadas, o Viagra não é adequado para tratar HPA. No caso da HPA, o padrão é utilizar o comprimido de 20 mg. Além disso, a doença não é comum e atinge mais mulheres do que homens.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: