Brasil

BC recua de minuta que previa 22% de aumento para servidores em greve

Poucas horas após enviar proposta de reajuste a analistas e técnicos ao Ministério da Economia, o Banco Central (BC) recuou. A minuta de medida provisória (MP) enviada pela autarquia com a previsão de 22% de aumento aos servidores foi retirada do sistema.

Por meio de nota, o BC informou “ter detectado inconsistências no texto de minuta de Medida Provisória para a reestruturação das carreiras e a modernização da gestão de pessoas nesta autarquia. Por isso, fez sua retirada do Sistema de Geração e Tramitação de Documentos Oficiais do Governo Federal (Sidof)”.

Os 22% estavam bem acima dos 5% prometidos pelo governo federal para todas as categorias do funcionalismo público.

A proposta que estava no sistema e foi excluída previa mudanças e reajuste salarial a valer a partir de junho.

Veja ponto a ponto que foi deletado:


A desistência ocorre em meio a uma greve dos servidores do Banco Central. Com adesão majoritária dos funcionários, a paralisação do BC afeta a divulgação do boletim Focus e outras atividades, como a “assinatura de processos de autorização no sistema financeiro e a realização de eventos e reuniões com o sistema financeiro”.

A greve não interfere no funcionamento do Pix, segundo o BC.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Leia o QR Codes e tenha a Rádio JN a um clique no seu smartphone Android

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu iPhone

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu smartphone Android

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: