Connect with us

ARQUIBANCADA

Anvisa paralisa jogo entre Brasil e Argentina; partida é encerrada

Published

on

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) paralisou na tarde deste domingo (5) o jogo entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, após 5 minutos do início da partida. Posteriormente, o árbitro decidiu encerrar o jogo. A decisão de paralisar o jogo foi tomada após quatro jogadores argentinos entrarem em campo, mesmo com a determinação da agência de que teriam de cumprir isolamento no hotel para serem deportados para a Argentina.

Sem citar os nomes dos jogadores, a agência informou que os jogadores teriam descumprido as regras sanitárias brasileiras segundo as quais “viajantes estrangeiros que tenham passagem, nos últimos 14 dias, pelo Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia, estão impedidos de ingressar no Brasil”. Diante da situação, há possibilidades de os jogadores serem deportados do país.

“Após reunião com as autoridades em saúde, confirmou-se, após consulta dos passaportes dos quatro jogadores envolvidos, que os atletas descumpriram regra para entrada de viajantes em solo brasileiro, prevista na Portaria Interministerial nº 655, de 2021”, informou, em nota, a Anvisa, referindo-se aos viajantes que chegaram ao Brasil em voo de Caracas/Venezuela com destino a Guarulhos.

A Anvisa informa que considera a situação “risco sanitário grave”, motivo pelo qual orientou as autoridades em saúde locais “a determinarem a imediata quarentena dos jogadores, que estão impedidos de participar de qualquer atividade e devem ser impedidos de permanecer em território brasileiro”.

Apesar das identidades não terem sido reveladas, Emiliano Martinez e Emiliano Buendia, do Aston Villa (Inglaterra), entraram em campo contra o Brentford no dia 28 de agosto, enquanto Lo Celso e  Cristian Romero, do Tottenham (Inglaterra) ficaram no banco contra Watford no dia seguinte. Os quatro declararam que não estiveram nos últimos 14 dias no Reino Unido.

Advertisement

O jogo estava previsto para começar às 16h na Neo Química Arena, em São Paulo pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. O Brasil lidera a competição de forma isolada com 21 pontos.

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) publicou em suas redes sociais que o árbitro encerrou a partida entre Brasil e Argentina e a partida está suspensa. O árbitro e um comissário da partida levarão um relatório à Comissão Disciplinar da Fifa, que determinará quais serão os próximos passos. “Estes procedimentos seguem estritamente as regulamentações vigentes”, informou a entidade. “As Eliminatórias da Copa do Mundo são uma competição da Fifa. Todas as decisões que se tratam da sua organização e e o desenvolvimento são poderes exclusivos dessa instituição.”

Em nota, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) lamentou profundamente o ocorrido. “A CBF defende a implementação dos mais rigorosos protocolos sanitários e os cumpre na sua integralidade. Porém ressalta que ficou absolutamente surpresa com o momento em que a ação da Agência Nacional da Vigilância Sanitária ocorreu, com a partida já tendo sido iniciada, visto que a Anvisa poderia ter exercido sua atividade de forma muito mais adequada nos vários momentos e dias anteriores ao jogo.”

Na nota, a CBF informe que que em nenhum momento, o presidente interino da entidade, Ednaldo Rodrigues, ou outro dirigente da confederação, interferiu em qualquer “ponto relativo ao protocolo sanitário estabelecido pelas autoridades brasileiras para a entrada de pessoas no país”. “O papel da CBF foi sempre na tentativa de promover o entendimento entre as entidades envolvidas para que os protocolos sanitários pudessem ser cumpridos a contento e o jogo fosse realizado.”

Porque a Anvisa solicitou a deportação imediata dos jogadores argentinos?

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) solicitou o impedimento da participação de quatro jogadores da seleção argentina no jogo entre Brasil e Argentina, neste domingo (5). O órgão fiscalizador solicitou apoio da Polícia Federal após ser constatado que os atletas não se submeteram às regras de participação do evento.

Advertisement

De acordo com a Anvisa, os jogadores Emiliano Martinez, Emiliano Buendia, Giovani Lo Celso e Cristian Romero entraram de forma irregular no país e mentiram sobre estar anteriormente no Reino Unido, o que exigiria que fossem submetidos a quarentena.

Segundo a Anvisa, os jogadores descumpriram regra para entrada de viajantes em território brasileiro, prevista na Portaria Interministerial nº 655, de 2021, que prevê que viajantes estrangeiros que tenham passagem, nos últimos 14 dias, pelo Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia, estão impedidos de ingressar no Brasil.

Mas porque essas medidas são necessárias?

A nota emitida pelo órgão de vigilância sanitária diz que a “Anvisa considera a situação risco sanitário grave, e por isso orientou às autoridades em saúde locais a determinarem a imediata quarentena dos jogadores, que estão impedidos de participar de qualquer atividade e devem ser impedidos de permanecer em território brasileiro, nos termos do art. 11, da Lei Federal nº 6437/77”.

A portaria é assinada pelos ministérios da Justiça, Saúde e Casa Civil, e visa a diminuição da disseminação da Covid-19, além de conter o avanço da variante Delta do vírus. A recusa se deu pelo fato de os países sul-americanos integrarem a chamada “lista vermelha” da Covid-19.

ARQUIBANCADA

Everton Cebolinha no Flamengo?

Published

on

O Flamengo ainda não concluiu a venda de Michael para o Al Hilal, da Arábia Saudita, mas já tem um possível alvo para substituí-lo. Segundo o jornal português “A Bola”, o Rubro-Negro sondou o Benfica para saber as condições para contratar o atacante Everton Cebolinha, ex-Grêmio e nome frequente na Seleção Brasileira.

Mesmo sem conseguir brilhar na Europa em sua primeira temporada, o jogador de 25 anos é alvo de pelo menos mais três equipes: os brasileiros Palmeiras e Atlético-MG e o italiano Napoli, que busca um substituto para Lorenzo Insigne. Sua saída é considerada provável pela diretoria portuguesa ao fim da temporada, no meio do ano.

Continue Reading

ARQUIBANCADA

Flamengo realiza melhorias no estádio da Portuguesa, onde mandará seus jogos no Carioca

Published

on

Marcos Braz anunciou no último dia 10, e o Flamengo confirmou à Ferj que mandará seus jogos válidos pelo Campeonato Carioca no Estádio Luso Brasileiro, da Portuguesa, na Ilha do Governador. O clube da Gávea já iniciou uma série de melhorias local, e há grande expectativa de que o gramado fique um tapete para a estreia rubro-negra no estadual, justamente contra a dona da casa, no próximo dia 26, às 21h35 (de Brasília).

Os jogos terão público máximo de 5.044 presentes, e o ingresso mínimo para partidas com pequenos é de R$ 40. Ficou definido também que o Flamengo não poderá mandar clássicos no local. Apesar de já acordado e comunicado à Ferj, o acerto entre os clubes ainda não foi formalizado, o que acontecerá antes do início do estadual. O contrato terá validade até maio.

Presidente da Portuguesa, Marcelo Barros comemorou a parceria com Flamengo e Fluminense, que também mandará seus jogos na Ilha do Governador. Barros lembrou que o gramado já havia sido elogiado no Jogo das Estrelas, evento realizado por Zico em dezembro, e se disse convicto de que o cenário na próxima semana será ainda mais animador.

– Essa parceria já está acertada há mais ou menos uma semana e meia. Ficamos sempre felizes quando conseguimos acolher o futebol carioca aqui, numa praça bastante experimentada. E que comprovadamente pode receber esses eventos. Receber Flamengo e Fluminense é uma satisfação imensa. Cada vez que o tempo passa, a gente vem melhorando nosso estádio e as condições para o nosso torcedor. Estamos colocando a cereja do bolo no gramado agora. Já estava muito bom, e o Flamengo está melhorando ainda mais o gramado – explicou Barros.

Advertisement

O Flamengo começou a manutenção do Luso Brasileiro na semana passada. Pôs à disposição uma vertical (máquina) para igualar a grama e retirar tufos excedentes. Perfurou o gramado para fertilização e colocação de adubo, além disso realizou o “top dressing”, operação onde é aplicada uma mistura de areia lavada com substrato para regularizar a superfície. Trata-se de uma forração com areia para evitar buracos e igualar o campo.

O Rubro-Negro vem realizando a pintura das cadeiras que ficam na Social, única arquibancada disponível para o Carioca – está vedada, por ora, a colocação de tubulares para expandir a capacidade. Melhoras também vêm sendo feitas no vestiário. Estas, porém, fazem parte de uma manutenção simples, como a recolocação de um piso ou acerto de chuveiros, por exemplo.

– A princípio Taça Guanabara será toda disputada aqui (por Flamengo e Fluminense), mas é provável que o campeonato inteiro seja com as duas equipes aqui. Nosso sonho é fazer aquela arquibancada do outro lado, aumentar para 15 mil pessoas e ter jogos maiores. Só podemos ter jogos menores até então. Fiz o mínimo do mínimo para poder ser feito (o acordo). Fizemos o máximo possível para acolher as equipes. Claro que qualquer dinheiro na atual conjuntura ajuda significativamente os clubes de menor investimento, sabemos o que estamos passando. Ajuda no pagamento de folha e outras questões, o que é importante – completou Marcelo Barros, sem comentar os valores envolvidos no acordo.

Se o Flamengo fez ajustes, a Portuguesa também se mexeu antes do início do Carioca. Realizou melhoria na iluminação e inaugurou uma entrada lateral exclusiva para o acesso da torcida visitante, que acontecerá pela Rua Joaquim José Gonçalves. No local, a Lusa colocou uma rampa, e a novidade já foi aprovada pelo Grupamento Especial de Policiamento nos Estádios (Gepe).

O Flamengo indicou à federação que mandará no Luso Brasileiro os jogos contra Portuguesa (26/01, às 21h35, pela 1ª rodada), Boavista (02/02, 18h, 3ªrodada), Nova Iguaçu (ainda sem data e horário definidos – 6ª rodada) e Resende (também sem data e horário definidos – 9ª rodada).

Advertisement

Processo contra o Flamengo não inviabiliza acerto
Em outubro de 2019, a Portuguesa moveu processo contra o Flamengo pela não retirada de torres de iluminação que caíram no gramado do Luso Brasileiro em fevereiro de 2018. O acidente aconteceu em período no qual o Fla geria o estádio, que havia rebatizado como Ilha do Urubu. A ação cobra indenização de R$ 148.500 e mais uma multa diária de R$ 500 a partir de 1º de outubro de 2019 pelo não cumprimento da determinação. Os valores atualizados indicam uma dívida R$ 568 mil.

A Portuguesa, porém, conversa e busca solução amigável para resolver essa questão. Com isso, apesar da diferença jurídica, o Estádio Luso Brasileiro não está mais pintado de vermelho e preto, porém volta a servir de casa aos garotos e marmanjos do Ninho do Urubu.

Continue Reading

ARQUIBANCADA

Flamengo acerta renovação de Arrascaeta até 2026

Published

on

O Flamengo anunciou, nesta terça-feira (18), a renovação de contrato do meio-campista uruguaio Giorgian De Arrascaeta até 2026.

O contrato anterior do atleta venceria em dezembro de 2023.

“Se queda! Agora é oficial! Arrascaeta renovou o contrato com o Mengão até dezembro de 2026. Pode comemorar, Nação!”, escreveu o perfil do Flamengo no Twitter.

No último dia 12, o uruguaio completou três anos vestindo a camisa rubro-negra. Pelo Flamengo, Arrascaeta foi campeão da Libertadores em 2019, e do Campeonato Brasileiro em 2019 e 2020, além de títulos da Supercopa (2020, 2021), Recopa (2020) e Campeonato Carioca (2019, 2020, 2021).

Advertisement

Os flamenguistas já estavam na expectativa do anúncio da renovação.

Continue Reading

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

%d blogueiros gostam disto: