Brasil

58 cidades totalmente ou parcialmente submersas na Bahia

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), declarou, neste domingo (26), em entrevista à TV CNN, que 58 cidades estão totalmente ou parcialmente submersas após as fortes chuvas que atingem o estado.

“Já tivemos tragédias muito severas, que levaram vidas de pessoas, mas localizadas em uma ou duas cidades. Estamos falando de 58 cidades que estavam parcialmente ou totalmente submersas, com comunidades inteiras rurais e urbanas embaixo d’água. Vai desde a região sul, no Vale do Jiquiriçá, até a região de Jequié. Hoje, quatro cidades do oeste da Bahia também tiveram alagamento de muitas casas e comunidades”, disse Rui Costa.

“É uma tragédia nunca vista pela extensão e dimensão. Seja pela quantidade de casas, número de cidades ou extensão territorial. Para se ter uma ideia, fechamos o dia operando com nove helicópteros”, continuou.
Em um decreto assinado na tarde deste domingo, o governador colocou mais 47 cidades em situação de emergência, subindo para um total de 72 municípios.

Passaram a fazer parte da situação de emergência os municípios de: Anagé, Angical, Arataca, Aurelino Leal, Barra do Choça, Belo Campo, Brejolândia, Caatiba, Caetanos, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Cotegipe, Dário Meira, Firmino Alves, Floresta Azul, Gandu, Governador Mangabeira, Ibicaraí, Ibipeba, Igrapiúna, Iguaí, Ipiaú, Itabuna, Itaju do Colônia, Itapé, Itapetinga, Itapitanga, Itaquara, Itororó, Jequié, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Manoel Vitorino, Marcionílio Souza, Milagres, Pau Brasil, Poções, Santanópolis, Santa Inês, Sapeaçu, Ubaíra, Ubatã, Uruçuca, Valença, Vitória da Conquista e Wanderley.

Outras 25 cidades já estavam em emergência: Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Eunápolis, Encruzilhada, Guaratinga, Ibicuí, Ibirapuã, Ilhéus, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Jucuruçu, Lajedão, Macarani, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas e Vereda.

O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia confirmou, até o momento, 18 mortes causadas pelos efeitos das chuvas. De acordo com a Defesa Civil do Estado, a partir de dados repassados pelos municípios e somados pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), são 16.001 desabrigados, 19.580 desalojados, 286 feridos e dois desaparecidos. Cerca de 430.869 mil pessoas foram atingidas pelas tempestades e alagamentos.

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Leia o QR Codes e tenha a Rádio JN a um clique no seu smartphone Android

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu iPhone

Baixe o App e tenha a RádioJN a um clique no seu smartphone Android

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: