ARQUIBANCADA

25 clubes formalizam a Liga Forte Futebol

Em encontro na CBF nesta terça-feira (28), 25 clubes das Séries A e B oficializaram a criação da Liga Forte Futebol do Brasil, cujo objetivo é negociar em bloco, como no caso de direitos de transmissão. A nova associação também conversará com os filiados à Libra (Liga do Futebol Brasileiro) em busca de um acordo pela criação de uma liga única para organizar o Brasileirão.

Com Fluminense, Internacional, Athletico-PR e Atlético-MG entre os líderes do grupo, os representantes dos 25 clubes assinaram o estatuto da nova associação. Em nota, a Liga Forte Futebol ressaltou que “já nasce com 62,5% dos clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro”.
O movimento é uma resposta à Libra (formada por Flamengo, Vasco, Botafogo, os nove paulistas e o Cruzeiro), que tentou impor seu estatuto a todos os clubes sem negociação. O principal ponto da discórdia diz respeito à divisão da receita com os direitos de transmissão de TV.
Enquanto a Libra deseja o rateio em 40% de forma igualitária, 30% variável por desempenho e 30% variável por engajamento e audiência, os clubes que formaram a Liga Forte Futebol propuseram 50%, 25% e 25%, com possibilidade de negociação, o que não foi aceito até o momento.
Para a Libra, primeiro todos os clubes deveriam primeiro aceitar a adesão à nova liga, para depois esses termos serem discutidos. As conversas entre os dois grupos estão paradas no momento.
Veja a nota oficial divulgada pela nova associação:
Reunidos no Rio de Janeiro, representantes de 25 clubes acabam de assinar a Ata de constituição da Liga Forte Futebol do Brasil, inclusive com a formalização de Estatuto. A Liga . Clubes que integram a Liga Forte Futebol do Brasil:
Athletico PR
Atlético MG
América-MG
Atlético-GO
Avaí
Brusque
Chapecoense
Coritiba
Ceará
Criciúma
CRB
CSA
Cuiabá
Fluminense
Fortaleza
Goiás
Internacional
Juventude
Londrina
Náutico
Operário
Sampaio Corrêa
Sport
Vila Nova
Tombense

Publicações do autor

RÁDIO JN

ESTÚDIO AO VIVO

Veja as câmeras de monitoramento de Niterói

Não foi possível carregar as informações sobre o blog no momento.

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: